Porto Alegre, sábado, 14 de março de 2020.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

mercado financeiro

17/10/2018 - 08h06min. Alterada em 17/10 às 08h06min

Após rali em Nova Iorque, bolsas asiáticas fecham majoritariamente em alta

As bolsas asiáticas fecharam os negócios desta quarta-feira (17) majoritariamente em alta, na esteira de um rali nos mercados acionários de Nova Iorque, que ontem saltaram mais de 2% graças a balanços trimestrais melhores do que o esperado.
As bolsas asiáticas fecharam os negócios desta quarta-feira (17) majoritariamente em alta, na esteira de um rali nos mercados acionários de Nova Iorque, que ontem saltaram mais de 2% graças a balanços trimestrais melhores do que o esperado.
Na China, o Xangai Composto subiu 0,6% hoje, a 2.561,61 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,81%, a 1.266,55 pontos, com ambos os índices se recuperando de mínimas em quatro anos atingidas em pregões recentes.
Em Tóquio, o Nikkei teve alta de 1,29%, a 22.841,12 pontos. Destacaram-se na bolsa japonesa ações de fabricantes de eletrônicos e de corretoras.
Em outras partes da Ásia, o sul-coreano Kospi registrou sólido ganho de 1,04% em Seul, a 2.167,51 pontos, ajudado pela siderúrgica Posco (+2,1%), mas o Taiex apresentou baixa marginal de 0,02% em Taiwan, a 9.979,14 pontos, e o Hang Seng não operou hoje devido a um feriado em Hong Kong.
Na Oceania, a bolsa australiana foi impulsionada em parte por ações do setor de saúde, e o índice S&P/ASX 200 avançou 1,18% em Sydney, a 5.939,10 pontos. Foi o melhor desempenho do mercado australiano desde junho.