Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 16 de outubro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Lançamento

Edição impressa de 16/10/2018. Alterada em 16/10 às 01h00min

Localizador facilita monitoramento de pessoas e carros

Aliado para localizar crianças, idosos, animais de estimação e veículos automotivos, o Localizador GPS DL G2 chega ao mercado com tecnologia inteligente de localização universal. Por meio do aplicativo DL Care, desenvolvido exclusivamente para utilização de dispositivos da marca, o equipamento permite o monitoramento em tempo real.
O produto faz parte do portfólio da DL, fabricante nacional de eletrônicos e pode ser instalado em smartphones com sistemas operacionais Android ou iOS. Um software permite acesso à configuração de perímetro visual com alerta, além de histórico do trajeto percorrido. A novidade estará disponível a partir deste mês, com preço sugerido de R$ 299,00.
Com o aplicativo DL Care, o usuário pode acompanhar as zonas de segurança virtuais, históricos de rotas, receber mensagens de SOS e configurar ações necessárias para o Localizador Universal. Todo o monitoramento e troca de informações entre o sistema DL Care e o dispositivo de monitoramento ocorrem em tempo real e à distância.
Compacto, o aparelho é resistente à água e impactos e vem acompanhado de um cordão de transporte e fixação, além de presilha especial em alumínio. O gadget conta ainda com microfone e alto falante integrados, que permitem realizar ligações por meio do aplicativo e se comunicar diretamente com a pessoa que está com o equipamento.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia