Porto Alegre, sábado, 14 de março de 2020.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

conjuntura internacional

02/10/2018 - 01h01min. Alterada em 02/10 às 01h00min

China reduz tarifas de importação de 1.585 itens a partir de novembro

O governo da China reduzirá tarifas de importação para 1.585 itens sujeitos a impostos a partir de 1 de novembro na busca por modernizar o parque industrial, o corte custos corporativos e atender à demanda nacional.
O governo da China reduzirá tarifas de importação para 1.585 itens sujeitos a impostos a partir de 1 de novembro na busca por modernizar o parque industrial, o corte custos corporativos e atender à demanda nacional.
A decisão foi tomada em uma reunião executiva do Conselho de Estado comanda pelo primeiro-ministro, Li Keqiang. A nova política seguirá uma série de cortes tarifários este ano, que economizarão 60 bilhões de yuans (US$ 8,7 bilhões) para as empresas e consumidores, segundo um comunicado divulgado depois do encontro.
Com a nova medida, a taxa tarifária geral do país cairá para 7,5% ante os 9,8% em 2017.