Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 02 de outubro de 2018.
Dia Internacional do Notário.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Negócios Corporativos

Edição impressa de 02/10/2018. Alterada em 01/10 às 23h31min

Voges Motores vai passar por auditoria nesta semana

Funcionários foram comunicados da antecipação dos salários

Funcionários foram comunicados da antecipação dos salários


/ULIANE DA ROSA/DIVULGAÇÃO/JC
Roberto Hunoff, de Caxias do Sul

Os novos controladores da Voges Motores, de Caxias do Sul, assumiram as operações na manhã desta segunda-feira durante ato que teve a presença de funcionários e de dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos, entidade que teve participação decisiva na efetivação do negócio. O grupo de investidores da Biehl Metalúrgica, de São Leopoldo, estava representado pelo advogado Carlos Eduardo França, que recepcionou os funcionários e anunciou a antecipação do pagamento de outubro. "Nosso projeto é grande e todos vão respirar novos ares. Temos certeza que vocês que resistiram até aqui estão com todo gás para trabalhar. Para que vocês possam organizar seus orçamentos familiares, vamos antecipar o pagamento do mês de outubro. Minha sala não tem chaves e é aberta para todos. Vamos crescer juntos", declarou.

O advogado também falou sobre o pagamento dos ex-trabalhadores da empresa. De acordo com França, a primeira parcela será paga em outubro. "Trabalhamos toda a semana passada diretamente com a Justiça do Trabalho. Estamos empenhados em resolver isso o quanto antes. A previsão é o pagamento da primeira parcela ainda este mês", afirmou França. O advogado do Sindicato dos Metalúrgicos, Valdecir de Lima, explicou que falta definir o valor que cada trabalhador deve receber, o que está sendo feito pela Justiça do Trabalho.

O representante dos novos controladores anunciou que, nesta semana, será realizada auditoria interna na divisão. A partir daí, serão anunciadas as primeiras decisões da nova gestão. Informou que a Voges Motores tem faturamento mensal de R$ 1,5 milhão e conta com 85 empregados. Em outros anos chegou a faturar R$ 35 milhões. "Nossa meta é aumentar em cinco vezes o tamanho da empresa em até 12 meses e chegar aos R$ 10 milhões por mês", reforçou. Também reafirmou a disposição de ampliar o quadro, dando preferência aos ex-funcionários.

A Voges encontra-se em recuperação judicial desde 2013. A venda da fábrica de motores foi confirmada na semana passada por R$ 40 milhões. Metade será destinada ao pagamento de créditos trabalhistas e a diferença aplicada em melhorias.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia