Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 17 de setembro de 2018.
Dia do Transportador Rodoviário de Carga.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Edição impressa de 17/09/2018. Alterada em 17/09 às 01h00min

Plataforma que simula investimentos atrai iniciantes

Se a volatilidade de preços das ações em 2018 assusta os investidores mais experientes, aqueles que querem começar a investir na bolsa de valores podem mudar de ideia diante de tantos altos e baixos. Para ter noção da intensidade das oscilações neste ano, basta observar o desempenho do Ibovespa, principal índice brasileiro de ações. Em pouco mais de um mês, ele saiu do nível dos 85 mil pontos e despencou abaixo da casa dos 70 mil.
Foi de olho nos iniciantes, que não querem mergulhar de vez nesse sobe e desce, que a Cedro, consultoria de tecnologia para o mercado financeiro, otimizou a sua plataforma de negociação, a Fast Trade. Para atrair esse público, que ainda não sabe o que é uma "ordem de compra", a empresa tornou disponível em sua plataforma um modo de simulação em tempo real.
Nele, os investidores recebem todos os dias, desde junho, um valor fictício de R$ 100 mil para realizar operações de maneira idêntica ao que ocorre no mercado de capitais. "O objetivo é democratizar e educar novos investidores", conta Rodrigo Santos, vice-presidente da Cedro. "É como se o usuário estivesse operando em ambiente real, tomando risco, administrando sua carteira e vislumbrando os resultados de suas operações", diz o executivo.
Segundo a Cedra, que já desenvolveu o home broker do banco BTG Pactual e da fintech Toro Radar, a inspiração para trazer a nova funcionalidade veio do exterior, onde há diversos simuladores disponíveis. Uma das plataformas de referência para a empresa foi a E-quotes, da centenária Chicago Mercantile Exchange.
A aposta da empresa é que a operação em tempo real sirva para acostumar o usuário ao ambiente de negociação. Quando o investidor desejar, ele pode passar a operar "para valer" com a mesma interface. A empresa busca, assim, abocanhar um segmento de varejo que não é tão atendido quanto os investidores de alta renda.
O simulador é gratuito para qualquer pessoa por um período de 30 dias. Após esse tempo, o serviço continua disponível sem custo para quem tiver uma conta aberta em uma das corretoras parceiras, que, hoje, são Guide, Mirae e XP Investimentos. Quem não tem conta nessas corretoras precisa pagar cerca de R$ 200,00 para continuar a ter acesso ao sistema.
A plataforma tem mais de 16 mil usuários, dos quais 61% são iniciantes. Com o intuito de aprimorar seu desempenho na bolsa de valores, o administrador Rodolfo Marques, de 23 anos, migrou para a plataforma. Ele começou a investir há três meses, mas diz que já faz negociações com segurança, passando, agora, a operar com mais frequência e explorando a simulação para testar novas táticas e identificar movimentos de mercado. "Se consigo bater minha meta diária, de R$ 100,00, sigo depois para o simulador para ver como sairia sem precisar arriscar meu dinheiro", diz ele.
Já o contador Michel Amaral, de 28 anos, preferiu levar um pouco mais de tempo na simulação até ingressar no mercado real. "Passei oito meses treinando", conta o morador do município de Rubiataba, em Goiás. "Só comecei quando entendi as ferramentas disponíveis, onde clicava para comprar, para cancelar." Embora seja positivo poder se habituar com as operações, pondera o professor da B3 Educação, Luiz Pardal, é preciso que os investidores não se deixem levar pelo excesso de confiança.
 {'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2018/09/14/206x137/1_bolsa-8475116.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5b9c29a16aea8', 'cd_midia':8475116, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2018/09/14/bolsa-8475116.jpg', 'ds_midia': '.', 'ds_midia_credi': '.', 'ds_midia_titlo': '.', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '630', 'cd_midia_h': '800', 'align': 'Left'}
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia