Porto Alegre, sábado, 14 de março de 2020.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

mercado financeiro

03/09/2018 - 10h17min. Alterada em 03/09 às 10h17min

Juros futuros acompanham alta do dólar, com exterior e eleição

Os juros futuros operam em alta firme nesta manhã, acompanhando a jornada do dólar ante real e outras moedas. O pano de fundo é a cautela com o cenário eleitoral nesta segunda-feira (3) de feriado nos Estados Unidos. 
Os juros futuros operam em alta firme nesta manhã, acompanhando a jornada do dólar ante real e outras moedas. O pano de fundo é a cautela com o cenário eleitoral nesta segunda-feira (3) de feriado nos Estados Unidos. 
Às 10h03min, o DI para janeiro de 2020 estava em 8,80%, de 8,67% no ajuste da última sexta-feira (31). O DI para janeiro de 2021 marcava 9,94%, de 9,81%, enquanto o vencimento para janeiro de 2023 exibia 11,51%, de 11,39% no ajuste anterior.
Segundo um operador, é negativa a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de não impedir que o PT use a figura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na campanha. Ele poderá aparecer como "cidadão apoiador" por um tempo máximo de 25% do período de propaganda.
Em sua decisão, o tribunal rejeitou a candidatura de Lula à Presidência. Por conta disso, também determinou que o petista não apareça no programa eleitoral na condição de candidato. O PT tem até o dia 11 de setembro para apresentar o nome do substituto de Lula, que deve ser o candidato a vice pelo PT, Fernando Haddad. Caso o nome do ex-prefeito seja confirmado, o partido deverá indicar a deputada estadual gaúcha Manuela D'Ávila, do PCdoB.