Porto Alegre, sábado, 14 de março de 2020.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

EMPREENDEDORISMO

08/09/2018 - 14h59min. Alterada em 08/09 às 14h59min

Estudantes criam primeira agência experimental de gastronomia do Estado

Iniciativa busca aproximar alunos do curso da Ufcspa à realidade do mercado de trabalho

Iniciativa busca aproximar alunos do curso da Ufcspa à realidade do mercado de trabalho


CLAITON DORNELLES /JC
Luis Filipe Gunther
Do corredor do sexto andar do prédio da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (Ufcspa) já era possível sentir o cheiro agradável de pão assando no forno. O aroma aponta o caminho da sala onde está instalada a primeira agência experimental de gastronomia do Rio Grande do Sul, a Açafrão.
Do corredor do sexto andar do prédio da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (Ufcspa) já era possível sentir o cheiro agradável de pão assando no forno. O aroma aponta o caminho da sala onde está instalada a primeira agência experimental de gastronomia do Rio Grande do Sul, a Açafrão.
De forma discreta, a iniciativa nasceu de um chá de fraldas da irmã da professora e orientadora do projeto, Luana Duarte. Os alunos foram convidados por ela para montarem um brunch, o que abriu as portas para outros eventos. Foi o pontapé para mais oportunidades começarem a surgir, principalmente dentro da própria universidade, onde o grupo fornece refeições para os eventos institucionais.
O presidente e cofundador da empresa júnior, Filipe Arnoni, formado em Direito pela Ufpel, se mudou para Porto Alegre em 2015 para fazer uma especialização na área, mas encontrou no curso de Gastronomia da Ufcspa a oportunidade para fazer uma segunda graduação.
Depois do empurrãozinho da professora Luana, ele e outros três colegas, que também tinham vontade de criar uma conexão da universidade com o mercado de trabalho, se uniram para criar o projeto da empresa. Ao solicitar à coordenação de graduação a abertura da agência experimental, só foi feito uma exigência aos graduandos: que eles arcassem com os custos burocráticos para o registro empresarial. 
O projeto começou a ganhar fôlego a partir de março, quando completou dois meses de existência. À procura de patrocinadores, a Açafrão está utilizando as redes sociais como ferramenta para ganhar visibilidade no mercado. O objetivo é atingir um público maior e encontrar o equilíbrio fiscal, já que a iniciativa, de acordo com Arnoni, "nasceu no negativo". A agência trabalha com valores que variam entre 30% e 40% menores do que os ofertados por seus concorrentes.
Com oito membros compondo sua equipe fixa, a empresa júnior - que tem pouco mais de um semestre de existência - já é um destaque dentro da universidade. Atualmente, a agência participa de sete projetos, o que para o Arnoni é uma forma de "aproximar os alunos da realidade do mercado". Para a orientadora Luana, é uma maneira de inovar o curso - que foi o primeiro a se instalar no Estado - além de acirrar ainda mais a disputa pelas vagas na graduação.
Além da produção de alimentos para festas, coffee breaks e brunch, os estudantes de Gastronomia pretendem oferecer workshop para o público geral e consultorias para restaurantes. Como plano piloto, a Açafrão vai oferecer um curso sobre receitas de risoto, ainda sem data definida para acontecer. Já as consultorias contam com o auxílio da professora para criar os portfólios de demonstração.