Porto Alegre, sábado, 14 de março de 2020.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Agronegócios

06/08/2018 - 01h05min. Alterada em 06/08 às 01h00min

Exportações de genética avícola crescem no País

O Brasil vem apresentando crescimento da genética avícola. De acordo com números da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) o volume em toneladas das exportações de ovos férteis de galinha e pintos de um dia cresceu 27,02% de 2016 para 2017. O total embarcado passou de 10.153 toneladas para 12.897 toneladas, com destaque dos ovos férteis, cujo volume subiu de 9.399 t para 12.055 t ( 28,25%).
O Brasil vem apresentando crescimento da genética avícola. De acordo com números da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) o volume em toneladas das exportações de ovos férteis de galinha e pintos de um dia cresceu 27,02% de 2016 para 2017. O total embarcado passou de 10.153 toneladas para 12.897 toneladas, com destaque dos ovos férteis, cujo volume subiu de 9.399 t para 12.055 t ( 28,25%).
A comercialização dos ovos atingiu US$ 49,4 milhões, no ano passado, ante US$ 41,7 milhões no ano anterior. No caso dos pintinhos de um dia a alta foi de
US$ 65,8 bilhões para US$ 69,9 milhões. Pela série histórica a partir de 2004, a evolução fica ainda clara, ano em que a exportação de pintinhos foi de US$ 8,9 milhões e de ovos férteis, de US$ 6,7 milhões. Os principais importadores foram os países da África, Oriente Médio, Américas, Ásia e União Europeia.
Na avaliação de Guilherme Marques, diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, os números evidencia a sanidade do plantel avícola brasileiro. "O Brasil se tornou o grande hub de embarque de material de reprodução para o mundo", destaca.