Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 19 de julho de 2018.
Nelson Mandela Day.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura internacional

Alterada em 19/07 às 11h53min

China culpa EUA por impasse em negociações sobre comércio

O Ministério do Comércio da China culpou os Estados Unidos por "fechar a porta às negociações" de questões comerciais, horas após uma autoridade americana atribuir o impasse a Pequim. "A acusação dos EUA não tem base", afirmou Gao Feng, porta-voz do Ministério do Comércio, em entrevista coletiva. Segundo ele, "a falta de credibilidade e a inconstância dos EUA" forçaram os dois lados a interromper o diálogo.
Em entrevista coletiva na quarta-feira, o diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow, culpou a China pelo entrave nas conversas para reduzir a tensão comercial. Além disso, o assessor do presidente Donald Trump disse que o país asiático se esforçou pouco para lidar com o roubo de propriedade intelectual e transferências forçadas de tecnologia.
"A China teve, e certamente adotará as contra medidas necessárias", afirmou o porta-voz, sem dar detalhes.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia