Porto Alegre, sábado, 14 de março de 2020.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Mercado Financeiro

09/07/2018 - 13h56min. Alterada em 09/07 às 17h31min

Bolsas da Europa fecham em alta em meio a turbulência política no Reino Unido

As bolsas europeias fecharam em alta nesta segunda-feira (09) dia de turbulência política provocada por desdobramentos relacionados à saída do Reino Unido da União Europeia, o Brexit. O índice pan-europeu Stoxx 600 avançou 0,58%, para 384,59 pontos.
As bolsas europeias fecharam em alta nesta segunda-feira (09) dia de turbulência política provocada por desdobramentos relacionados à saída do Reino Unido da União Europeia, o Brexit. O índice pan-europeu Stoxx 600 avançou 0,58%, para 384,59 pontos.
Logo cedo, a Bolsa de Londres já apresentava alta, impulsionada pelo bom desempenho dos mercados asiáticos, que deram força às mineradoras. Conforme a manhã foi avançando, o FTSE 100 ganhou ainda mais fôlego devido à desvalorização da libra ante o dólar, que costuma favorecer exportadoras.
A fraqueza da libra foi provocada pela renúncia do ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson. Sua saída foi anunciada horas após do ministro do Brexit, David Davis, também comunicar que estava deixando o cargo. Com esse cenário, o FTSE 100 fechou em alta de 0,92%, aos 7.687,99 pontos. A mineradora chilena Antofagasta liderou os ganhos, subindo 3,39%.
Nos outros mercados europeus, o movimento de alta também se sustentou, ainda que com menos ímpeto do que em Londres. Paris fechou em alta de 0,42%, aos 5.398,11 pontos. O destaque positivo ficou com a Air France-KLM, que subiu 6,34%. Em Frankfurt, as ações da Lufthansa fecharam em alta de 2,24%, enquanto o índice DAX teve um ganho mais modesto, de 0,38%, encerrando o pregão aos 12.543,89 pontos. Madri subiu 0,22%, aos 9.927,00 pontos; Milão avançou 0,49%, aos 22.033,44 pontos; e Lisboa ganhou 0,77%, chegando aos 5.642,86 pontos.