Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 06 de julho de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Transportes

Notícia da edição impressa de 06/07/2018. Alterada em 06/07 às 01h00min

Senacon notifica Uber a explicar tarifas

Ausência de informação sobre corridas dinâmicas, cobranças por cancelamento, que obriga o consumidor a pagar para depois se defender, e demora no atendimento. Esses são os pontos que a Uber terá que esclarecer ao Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, órgão da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ).

Notificada na quarta-feira, a Uber tem 10 dias para fornecer os esclarecimentos. Se não responder no prazo, um processo administrativo pode ser instaurado.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia