Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de julho de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

energia

Notícia da edição impressa de 05/07/2018. Alterada em 05/07 às 01h00min

EDP oferece R$ 60 milhões para projetos de eficiência

A EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico no País, vai disponibilizar R$ 60 milhões para companhias dos setores industrial, comercial e de serviços que queiram modernizar seus sistemas de iluminação, climatização, refrigeração, ar comprimido ou motores elétricos. O chamado Programa de Investimento em Eficiência Energética (PIEE) vai selecionar projetos de eficiência energética empresarial que, por alguma razão, ainda não foram implementados.
Após avaliar a viabilidade técnica e econômica das propostas, a EDP realizará o investimento necessário para a implantação das medidas. O aporte mínimo será de R$ 300 mil por projeto, considerando todos os gastos, como plano de engenharia, instalações, gestão e equipamentos. Os projetos deverão ser implementados no prazo máximo de 12 meses após a assinatura do contrato. Só após a conclusão desse trabalho a empresa beneficiada realizará pagamentos mensais fixos pelo serviço prestado.
Caso as empresas candidatas não tenham um projeto consolidado, o PIEE disponibiliza em seu site um check list para identificar a melhor solução de eficiência com base nas informações enviadas. Além disso, consultores e empresas de engenharia que possuam projetos mapeados também poderão submetê-los em nome de seus clientes.
As empresas interessadas devem cadastrar suas propostas no site edp.com.br/piee até o dia 30 de julho. A EDP é responsável pelo desenvolvimento de negócios e serviços integrados de energia para clientes do segmento comercial - com projetos de eficiência energética em iluminação e ar-condicionado - e da indústria - com projetos de geração de vapor com biomassa e centrais de utilidades.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia