Porto Alegre, sábado, 14 de março de 2020.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Comércio exterior

04/07/2018 - 10h30min. Alterada em 04/07 às 10h30min

China diz que não fará "primeiro disparo comercial" contra EUA

A China disse que não aplicará tarifas antes das tarifas no valor de US$ 34 bilhões sobre produtos chineses que os EUA possivelmente aplicarão na sexta-feira. O comunicado, divulgado nesta quarta-feira (4) pelo Conselho de Estado da China, ocorreu após relatos da mídia dizendo que as tarifas da China - também no valor de US$ 34 bilhões sobre produtos americanos - entrariam em vigor na sexta-feira à meia-noite, horário de Pequim.
A China disse que não aplicará tarifas antes das tarifas no valor de US$ 34 bilhões sobre produtos chineses que os EUA possivelmente aplicarão na sexta-feira. O comunicado, divulgado nesta quarta-feira (4) pelo Conselho de Estado da China, ocorreu após relatos da mídia dizendo que as tarifas da China - também no valor de US$ 34 bilhões sobre produtos americanos - entrariam em vigor na sexta-feira à meia-noite, horário de Pequim.
Ou seja, 12 horas antes da implementação planejada pelos EUA de suas tarifas sobre produtos chineses, devido à diferença de fuso horário. O Conselho de Estado disse no comunicado que não imporá as tarifas planejadas antes de uma ação dos EUA.