Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 02 de julho de 2018.
Dia do Bombeiro Brasileiro.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 02/07/2018. Alterada em 02/07 às 01h00min

Semeadura das lavouras de inverno avança no Rio Grande do Sul

A semeadura do trigo avançou pelas lavouras do Estado na última semana, se aproximando dos 80%. Segundo a Emater, a perspectiva de estabelecimento das áreas é muito boa, em função da umidade e das condições climáticas até o momento favoráveis, com bom aspecto geral.
Em relação à cevada, a cultura está sendo instalada e se aproximando do final de plantio, principalmente na calota Norte do Estado. As áreas implantadas no início de junho encontram-se na fase de crescimento, prejudicadas pelo excesso de chuvas. A semeadura deverá ser concluída nos próximos dias, ainda dentro do zoneamento agroclimático.
A canola se encontra nas fases de desenvolvimento vegetativo, floração e já atingindo o início do enchimento dos grãos na região Nordeste. Ela vem se recuperando dos eventos climáticos adversos do pós-semeadura, e com as boas condições de umidade e temperatura dessa semana que passou, são boas as possibilidades de se obter produtividade muito superior à verificada na safra anterior. A cultura se apresenta como alternativa aos produtores que estão em busca de cultivos em substituição ao trigo.
O motivo da redução drástica ocorrida da área cultivada com canola neste ano deve-se ao péssimo resultado econômico em 2017, quando a maioria dos plantadores teve prejuízos, sendo obrigados à renegociação de suas dívidas.
O plantio da aveia branca foi concluído devido ao clima frio, que tornou possível a implantação com boa umidade do solo, sendo registrado um aumento de área no Rio Grande do Sul. A cultura apresenta desenvolvimento rápido, com baixa incidência de pragas e doenças.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia