Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 28 de junho de 2018.
Dia do Ministério Público Estadual.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Indústria

Notícia da edição impressa de 28/06/2018. Alterada em 28/06 às 01h00min

Greve leva indústria ao pior resultado de maio da história, segundo o Ipea

A greve dos caminhoneiros, que parou o País por 11 dias em maio, fez a indústria brasileira registrar o pior desempenho de sua história. A produção industrial despencou 13,4% no mês passado, na comparação com abril, o que representa um impacto maior que o da crise financeira global, de 2008, quando a queda, em um único mês, foi de 11,2%.

A estimativa referente a maio é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Se a projeção for confirmada pelo IBGE no próximo dia 4 de julho, o parque fabril terá amargado o pior desempenho dentro da série histórica iniciada em 2002, já desconsideradas as influências sazonais. Os segmentos mais afetados foram os de automóveis e alimentos.

"É uma estimativa ainda bastante conservadora, porque a retomada e o escoamento da produção demoraram um tempo depois do fim da greve", diz Julia Nicolau, consultora de Desenvolvimento Econômico da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia