Porto Alegre, quarta-feira, 12 de janeiro de 2022.
Aniversário da Caixa Econômica Federal.
Porto Alegre,
quarta-feira, 12 de janeiro de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Audiovisual

- Publicada em 12/01/2022 às 18h18min.

Curta com mulheres negras gaúchas encerra exposição 'Donas da História'

Karen Luise Vilanova é um dos depoimentos em documentário produzido pelo Palácio Piratini

Karen Luise Vilanova é um dos depoimentos em documentário produzido pelo Palácio Piratini


ALVARO BONADIMAN/DIVULGAÇÃO/JC
O Palácio Piratini lança, nesta quarta-feira (12), um documentário com depoimentos das mulheres homenageadas na exposição Donas da História. A estreia, que marca o último mês de exposição de fotos no saguão do Palácio, traz falas em vídeo de Valéria Barcelos, Vera Daisy, Daiane dos Santos, Karen Luise Vilanova, Regina Nogueira, Giane Escobar, Cristal e Onira Pereira. O documentário pode ser assistido nas páginas do Palácio Piratini nas plataformas Facebook, Instagram e YouTube, além do site oficial da instituição.
O Palácio Piratini lança, nesta quarta-feira (12), um documentário com depoimentos das mulheres homenageadas na exposição Donas da História. A estreia, que marca o último mês de exposição de fotos no saguão do Palácio, traz falas em vídeo de Valéria Barcelos, Vera Daisy, Daiane dos Santos, Karen Luise Vilanova, Regina Nogueira, Giane Escobar, Cristal e Onira Pereira. O documentário pode ser assistido nas páginas do Palácio Piratini nas plataformas Facebook, Instagram e YouTube, além do site oficial da instituição.
As falas foram gravadas em vídeo no mesmo dia em que as fotos para a exposição foram registradas, e tratam de temas como história, memória e representatividade. Com curadoria de Clarissa Lima e Izis Abreu, a mostra alude ao Cinquentenário do Dia da Consciência Negra e é parte da celebração do centenário do Palácio Piratini.
O objetivo de Donas da História é ser um contraponto à ausência da representatividade do povo negro nas artes do Piratini, assim como a exposição Gaúcho: Para além do imaginário, que retratou homens negros e indígenas. Donas da História, que teve início em 19 de novembro, fica no espaço até 12 de fevereiro.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO