Porto Alegre, terça-feira, 11 de janeiro de 2022.
Porto Alegre,
terça-feira, 11 de janeiro de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

patrimônio

- Publicada em 11/01/2022 às 10h15min.

Projeto busca reunir memórias e contar histórias da Cinemateca Capitólio

'Histórias do Capitólio' vai recolher fotografias e relatos pessoais sobre o espaço

'Histórias do Capitólio' vai recolher fotografias e relatos pessoais sobre o espaço


ANDRESSA PUFAL/JC
Você tem alguma história para contar sobre o Capitólio? É a partir dessa pergunta que a equipe da Cinemateca Capitólio, em Porto Alegre, está lançando o projeto Histórias do Capitólio, com o objetivo de construir e organizar uma memória coletiva em torno do espaço.
Você tem alguma história para contar sobre o Capitólio? É a partir dessa pergunta que a equipe da Cinemateca Capitólio, em Porto Alegre, está lançando o projeto Histórias do Capitólio, com o objetivo de construir e organizar uma memória coletiva em torno do espaço.
O projeto, coordenado pela historiadora Alice Dubina Trusz, propõe uma campanha de coleta de fotografias e relatos pessoais de quem frequentou o local ao longo dos anos. As imagens e os relatos podem estar relacionados tanto a acontecimentos recentes quanto a episódios e registros mais antigos, da época em que o Cine Capitólio esteve em atividade apenas como sala de cinema (1928-1994), antes da reforma que o transformaria na Cinemateca Capitólio, a partir de março de 2015. Memórias como uma sessão de cinema marcante, uma recordação da infância ou da juventude, uma visita ao local, a lembrança de algum episódio narrado por familiares, uma foto do espaço e um recorte de jornal são de interesse dos responsáveis pela iniciativa.
Os relatos e imagens devem ser encaminhados para o e-mail [email protected] As imagens e relatos coletados farão parte do acervo da Cinemateca Capitólio, visando a preservação da história do espaço e o resgate de suas memória. Também será confeccionado um folder de divulgação sobre a Cinemateca Capitólio, seu histórico e seu trabalho atual de preservação.
Além do relato da história pessoal relacionada ao Capitólio, o envio do material deve ser acompanhado dos seguintes dados: nome, endereço, telefone, e-mail, profissão, data de nascimento e, quando possível e/ou cabível, data da foto, autor e identificação do evento e/ou pessoas que aparecem na imagem. Algumas imagens e relatos poderão ser publicados nas redes sociais da Cinemateca Capitólio, mediante autorização do autor. 
O projeto Histórias do Capitólio está sendo viabilizado a partir de uma emenda parlamentar do vereador Adeli Sell, criada com a intenção de estreitar a relação da comunidade local com a Cinemateca Capitólio e a divulgar as ações desenvolvidas no espaço, que tem como missão preservar e difundir a memória do cinema produzido no Rio Grande do Sul.
Mais informações sobre o projeto Histórias do Capitólio podem ser solicitadas através do telefone (51) 3289-7457 ou pelo e-mail [email protected]
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO