Porto Alegre, terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Dia da Reforma Agrária.
Porto Alegre,
terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

ACONTECE

- Publicada em 30/11/2021 às 18h08min.

Cinquentenário do 20 de Novembro é tema de exposição no Mars

Mostra contextualiza os movimentos negros e apresenta as lideranças do meio

Mostra contextualiza os movimentos negros e apresenta as lideranças do meio


Mars/Divulgação/JC
Em comemoração aos 50 anos da criação do Dia Nacional da Consciência Negra, o Museu Antropológico do Rio Grande do Sul (Mars) apresenta a exposição Palmares não é só um, são milhares: 50 anos do 20 de novembro. A inauguração acontece nesta terça-feira (30) e as visitas podem ser feitas de terça a domingo, das 10h às 18h, no Memorial do Rio Grande do Sul (Sete de Setembro, 1.020).
Em comemoração aos 50 anos da criação do Dia Nacional da Consciência Negra, o Museu Antropológico do Rio Grande do Sul (Mars) apresenta a exposição Palmares não é só um, são milhares: 50 anos do 20 de novembro. A inauguração acontece nesta terça-feira (30) e as visitas podem ser feitas de terça a domingo, das 10h às 18h, no Memorial do Rio Grande do Sul (Sete de Setembro, 1.020).
Sob curadoria de agentes e pesquisadores negros, a concepção expográfica ficou a cargo de Rodrigo Shalako. Além disso, permeando os sete grandes módulos em que é dividida, a mostra traz a figura do poeta, professor e pesquisador gaúcho Oliveira Silveira (1941-2009), grande líder no Grupo Palmares.
A exposição busca contextualizar o engajamento dos movimentos negros nacionais no panorama regional. Dessa forma, apresenta os debates travados por décadas no período pós-abolição, a criação da imprensa negra e os primeiros coletivos e lideranças que influenciaram o campo reflexivo em que o Grupo Palmares atuou nos anos de 1970.
Ela exibe ainda a proposição da data de Zumbi dos Palmares em seu contexto de luta e afirmação da consciência e do protagonismo negro, além de destacar ações de resistência de diversas organizações e propor um olhar diferenciado para os acontecimentos que marcam as trajetórias negras no Estado.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO