Porto Alegre, terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Dia da Reforma Agrária.
Porto Alegre,
terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

artes visuais

- Publicada em 30/11/2021 às 12h57min.

Galeria Ecarta exibe exposição 'Grafar na luta pela cultura' até 19 de dezembro

Cartum de Moa integra mostra sobre livros, educação e Paulo Freire

Cartum de Moa integra mostra sobre livros, educação e Paulo Freire


ECARTA/DIVULGAÇÃO/JC
A Galeria Ecarta (João Pessoa, 943) exibe até 19 de dezembro a exposição Grafar na luta pela cultura. A visitação gratuita ocorre de terça-feira a domingo, das 10h às 18h. 
A Galeria Ecarta (João Pessoa, 943) exibe até 19 de dezembro a exposição Grafar na luta pela cultura. A visitação gratuita ocorre de terça-feira a domingo, das 10h às 18h. 
A coletânea reúne 22 cartunistas apresentando cerca de 100 trabalhos segmentados nas temáticas livros, educação e Paulo Freire. São desenhos traçados com o fino fio do humor e o peso das ideias, segundo o curador Eugênio Neves. Os trabalhos da mostra foram impressos em papel, formato A3 e estarão fixados diretamente na parede da Galeria, na concepção de suporte despojado.
Integram a mostra os cartunistas Alisson Afonso, Augusto Bier, Celso Schröder, Edgar Vasques, Eugênio Neves, Fernando Uberti, Leandro Hals, Jô Xavier, Francisco Juska, Luciano Kayser, Lancast, Lu Vieira, Máucio, Moacir Gutterrez (Moa), Paulo Vilanova, Rafael Correa, Rafael Sica, Rodrigo Rosa, Ruben Castillo, Santiago, Vicente Marques e Anibal Bendati (in memorian).
O desenho de humor compreende diferentes categorias que congregam o cartum, a charge, a caricatura e as histórias em quadrinhos. O humor gráfico é uma linguagem que provoca a reflexão, ironiza situações, evidencia a crítica e possibilita a leitura mais apurada da realidade, entendida num contexto moderno como uma obra de arte com graça. 
Para o curador e cartunista Eugênio Neves, nos momentos mais severos de ameaça à democracia e de gravidade social geradas pela desigualdade e injustiça, o desenho de humor sempre cumpriu seu papel no cenário nacional. Uma das últimas exposições coletivas da Grafar teve grande repercussão nacional, em 2019, por ter sido censurada na Câmara Municipal de Porto Alegre após sua inauguração por conter fortes críticas ao presidente do Brasil, numa mostra batizada de Independência em risco, alusiva a 7 de Setembro. Após reações e manifestações públicas da comunidade, a exposição pode cumprir o período previsto no legislativo. 
A Grafistas Associados do Rio Grande do Sul (Grafar) foi fundada em 1987 como núcleo de referência para as sucessivas gerações de grafistas. Nestes 34 anos, transmite e aprofunda o conhecimento nas áreas do cartum, da charge, da caricatura, dos quadrinhos e da ilustração. Através de publicações, cursos, oficinas, palestras, mostras individuais e coletivas, atua decisivamente na formação, produção e divulgação do grafismo gaúcho tanto no Rio Grande do Sul, como no Brasil e exterior. A Grafar tem sido um espaço para o questionamento e o debate sobre esse importante setor da produção cultural do Estado.
O Rio Grande do Sul é reconhecido por concentrar grande número de cartunistas de expressão nacional e internacional. Boa parte dos integrantes da mostra acumulam premiações em vários países.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO