Porto Alegre, quarta-feira, 06 de outubro de 2021.
Porto Alegre,
quarta-feira, 06 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

PATRIMÔNIO

- Publicada em 06/10/2021 às 19h32min.

Porto Alegre terá estátua do cantor Teixerinha na avenida Padre Cacique

Teixeirinha, um dos tradicionalistas mais conhecidos, morreu em 1985

Teixeirinha, um dos tradicionalistas mais conhecidos, morreu em 1985


SITE GAUCHO/DIVULGAÇÃO/JC
Foi sancionado nesta quarta-feira (6) um projeto de lei que destina área da avenida Padre Cacique para a instalação de uma estátua em homenagem ao cantor Vitor Mateus Teixeira, o Teixeirinha. A obra será construída em frente ao Museu Iberê Camargo, na Orla do Guaíba. 
Foi sancionado nesta quarta-feira (6) um projeto de lei que destina área da avenida Padre Cacique para a instalação de uma estátua em homenagem ao cantor Vitor Mateus Teixeira, o Teixeirinha. A obra será construída em frente ao Museu Iberê Camargo, na Orla do Guaíba. 
Para viabilizar o projeto, será utilizado recurso de emenda parlamentar do deputado federal Pompeo de Mattos (PDT), no valor de R$ 120 mil, aprovada para este fim.
Segundo o prefeito em exercício, Márcio Bins Ely (PDT), autor da proposta, a homenagem se dá pelo legado deixado pelo músico. “Tal ação servirá para que as atuais e as futuras gerações conheçam e mantenham viva a história de um gaúcho que levou o nome e a cultura de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul para os mais variados lugares do Brasil e do mundo”, destacou.
A lei foi promulgada em evento realizado no Salão Nobre do Paço Municipal, na presença das filhas de Teixerinha, e com execução da música Querência Amada, um dos maiores sucessos do tradicionalista.
Márcia Teixeira dos Santos, filha do cantor, falou em nome da família e da fundação que leva o nome do músico. “Essa é uma vontade que partiu dos fãs. Sempre ouvimos o pai dizer que os fãs também eram filhos e agradecemos, porque é uma homenagem muito linda. Fazem 36 anos da morte dele e ele ainda é o Teixeirinha desses fãs”, afirmou.
Teixeirinha nasceu no distrito de Mascarada, em Rolante, em 1927, e ficou conhecido em todo o Brasil como o Gaúcho Coração do Rio Grande. Ao longo de sua carreira, foi premiado por ter sido o cantor campeão de vendas por dois anos consecutivos (1962 e 1963). Internacionalmente, ganhou o troféu Elefante de Ouro, com a maior vendagem de discos em Portugal. 
O músico, falecido em 1985, já tem pelo menos duas estátuas que reverenciam sua memória em cidades gaúchas, nos municípios de Passo Fundo e Rolante. O artista foi foco de reportagem especial do Jornal do Comércio marcando os 35 anos de sua morte.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO