Porto Alegre, domingo, 12 de setembro de 2021.
Porto Alegre,
domingo, 12 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

artes visuais

- Publicada em 17h04min, 12/09/2021. Atualizada em 17h38min, 12/09/2021.

Margs revisita origens com remontagem da sua primeira mostra, de 1955

'Paisagem', de Iberê Camargo, integrou '1ª Exposição de arte brasileira contemporânea'

'Paisagem', de Iberê Camargo, integrou '1ª Exposição de arte brasileira contemporânea'


ACERVO DO MARGS/DIVULGAÇÃO/JC
O Margs (Praça da Alfândega, s/nº) abriu neste fim de semana a remontagem de 1ª Exposição de arte brasileira contemporânea, que marcou a estreia do museu, em 1955. A mostra foi a atração de inauguração do local naquele ano.
O Margs (Praça da Alfândega, s/nº) abriu neste fim de semana a remontagem de 1ª Exposição de arte brasileira contemporânea, que marcou a estreia do museu, em 1955. A mostra foi a atração de inauguração do local naquele ano.
A atual atração resgata os trabalhos expostos incorporados ao acervo, ao mesmo tempo em que apresenta a totalidade das obras adquiridas para a coleção durante seu momento inicial de constituição ao longo dos anos 1950, sob comando de seu fundador, o artista e professor Ado Malagoli (1906-1994).
Estão expostas mais de 120 obras, de mais de 60 artistas, reunindo as que foram exibidas em 1955 e incorporadas ao acervo, além da totalidade das obras adquiridas para a coleção no momento de constituição do Museu, entre 1954 e 1959.
Com curadoria do diretor-curador do Margs, Francisco Dalcol, e da curadora-assistente do Museu, Fernanda Medeiros, 1ª Exposição de arte brasileira contemporânea: 1955/2021 — Resgate da mostra de
estreia do Margs e formação inicial do Acervo pode ser visitada gratuitamente de terça-feira a domingo, das 10h às 19h.
O projeto integra o programa História do Margs como História das Exposições, que tem por objetivo trabalhar o resgate da memória do museu de modo experimental e inovador.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário