Porto Alegre, quinta-feira, 29 de julho de 2021.
Porto Alegre,
quinta-feira, 29 de julho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Acontece

- Publicada em 19h43min, 29/07/2021. Atualizada em 20h03min, 29/07/2021.

Incêndio atinge galpão da Cinemateca Brasileira em São Paulo

Rolos de filme, documentos e equipamentos ficavam armazenados no local; segundo Bombeiros, não há vítimas

Rolos de filme, documentos e equipamentos ficavam armazenados no local; segundo Bombeiros, não há vítimas


RECORD NEWS/DIVULGAÇÃO/JC
Um incêndio atingiu, no começo da noite de quinta-feira (29), um galpão da Cinemateca Brasileira no bairro Vila Leopoldina, na zona oeste de São Paulo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, não há registro de vítimas, e a causa do fogo não estava clara até a publicação desta matéria. A sede da Cinemateca, no bairro paulistano da Vila Mariana, não foi atingida.
Um incêndio atingiu, no começo da noite de quinta-feira (29), um galpão da Cinemateca Brasileira no bairro Vila Leopoldina, na zona oeste de São Paulo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, não há registro de vítimas, e a causa do fogo não estava clara até a publicação desta matéria. A sede da Cinemateca, no bairro paulistano da Vila Mariana, não foi atingida.
Segundo informações preliminares, o prédio abriga rolos de filme de 16mm e 35mm, material altamente inflamável. Eles seriam cópias para exibição, não os rolos originais, que ficam em outro local. Além deles, também ficam guardados ali o acervo da Programadora Brasil - iniciativa do antigo Ministério da Cultura para exibição de conteúdo em circuitos não comerciais -, documentos e equipamentos museológicos, como projetores antigos. Não há, no momento, estimativa dos danos causados pelo fogo.
No ano passado, o mesmo galpão havia sido alagado por um temporal, o que danificou parte do acervo, e um incêndio em 2016 destruiu cerca de 500 obras - a maior parte cinejornais.
Principal instituição de preservação do audiovisual brasileiro, a Cinemateca está no meio de um imbróglio envolvendo o governo federal que se arrasta há anos e que se agravou nos últimos meses. Em julho do ano passado, o Ministério Público Federal ajuizou uma ação civil contra a União, exigindo definição sobre qual entidade assumiria a gestão do espaço, sem contrato em vigor desde 2019. Em janeiro deste ano, o governo federal escolheu a Sociedade Amigos da Cinemateca para assumir a gestão, em caráter emergencial. Em maio, a Justiça Federal deu prazo para que as autoridades provassem que estão trabalhando para garantir a preservação do acervo.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário