Porto Alegre, quinta-feira, 10 de junho de 2021.
Dia da Língua Portuguesa.
Porto Alegre,
quinta-feira, 10 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Cinema

- Publicada em 17h04min, 10/06/2021.

Unindo música e descoberta cultural, documentário 'Orlamundo' estreia em streaming

Rodado a partir das experiências de Orlando Morais, longa está nas plataformas digitais, com preço promocional

Rodado a partir das experiências de Orlando Morais, longa está nas plataformas digitais, com preço promocional


AUDAZ FILMES/DIVULGAÇÃO/JC
Está disponível a partir de hoje, nas plataformas digitais, o documentário Orlamundo, idealizado e roteirizado por Orlando Morais e com direção de Alexandre Bouchet. Primeira produção da Audaz Filmes, o longa é uma ode à música, à cultura, às diferenças e a importância destas em nossas vidas, usando como plano de fundo a própria trajetória de Orlando Morais. O preço promocional de acesso é de R$ 6,90.
Está disponível a partir de hoje, nas plataformas digitais, o documentário Orlamundo, idealizado e roteirizado por Orlando Morais e com direção de Alexandre Bouchet. Primeira produção da Audaz Filmes, o longa é uma ode à música, à cultura, às diferenças e a importância destas em nossas vidas, usando como plano de fundo a própria trajetória de Orlando Morais. O preço promocional de acesso é de R$ 6,90.
Lançado em 2019, o filme conquistou o prêmio de Melhor Documentário no Los Angeles Independent Film Festival Awards e teve estreia no Brasil durante o 47° Festival de Gramado. Rodado quase inteiramente no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, no Nordeste do Brasil, há também trechos captados no Gres Portela, no Rio de Janeiro. "O documentário sou eu, é minha vida, é uma maneira de tentar devolver e fazer jus à importância que a música e a cultura têm em minha vida, expandindo de maneira que quem o assista reflita e sinta a mesma coisa", descreve Morais.
A trilha sonora original foi criada a partir de parcerias, unindo a visão criativa de Orlando Morais à poesia e sonoridade de lugares como China, Nigéria, Togo, França, Mali, Burkina Faso e Vietnã. Há também a proximidade com criatividades brasileiras, em nomes como Caetano Veloso, Jairo Reis, Marcus Biancardini, Antonia Morais e a Velha Guarda da Portela, entre outros.
Natural de Goiânia, o cantor, compositor, instrumentista, arranjador e empresário Orlando Morais chegou aos 30 anos de carreira fonográfica, somando dez álbuns de estúdio. Lançou recentemente o single Le Silence Tue, fruto de um projeto com Branford Marsalis, Peter Gabriel e Sting, que será dividido em dois álbuns (intitulados Le Pop e Le Jazz) e disponibilizado na íntegra ainda em 2021. Já no segundo semestre do mesmo ano, será lançado o álbum RN2, do grupo Rivière Noire, do qual faz parte na França. Para 2022, está previsto o lançamento de mais um álbum, gravado ao lado da Velha Guarda da Portela.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário