Porto Alegre, segunda-feira, 31 de maio de 2021.
Dia Mundial de Combate ao Fumo.
Porto Alegre,
segunda-feira, 31 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

cinema

- Publicada em 15h34min, 31/05/2021.

Lei Aldir Blanc financia curta de época gravado no interior do RS

Equipe rodou cenas de 'Em nome do pai - O filme' em Pareci Novo

Equipe rodou cenas de 'Em nome do pai - O filme' em Pareci Novo


ISADORA QUINTANA/DIVULGAÇÃO/JC
Com recursos da Lei Aldir Blanc, o curta Em nome do pai - O filme foi gravado em Pareci Novo, no interior do Rio Grande do Sul, com uma equipe 100% gaúcha. O projeto foi idealizado e produzido por Ariel Medeiros, Luis Henrique Leite, Nathália Severo, Roberta Jorge e Santiago Vieira.
Com recursos da Lei Aldir Blanc, o curta Em nome do pai - O filme foi gravado em Pareci Novo, no interior do Rio Grande do Sul, com uma equipe 100% gaúcha. O projeto foi idealizado e produzido por Ariel Medeiros, Luis Henrique Leite, Nathália Severo, Roberta Jorge e Santiago Vieira.
Baseado no romance Eram apenas dois meninos, de Sônia Vieira, é uma história de memórias da autora, mescladas com ação. São abordadas as obrigações e os ditames estabelecidos pela família, comuns ao paternalismo da época. A narrativa é ambientada nas três primeiras décadas do século XX, no município de Camaquã e, posteriormente, na Capital. A história traz à tona questões enraizadas em nosso Estado sobre os tipos de relações familiares e aborda situações mais comuns em tempos antigos, mas que ainda estão latentes nos dias atuais.
A finalização está prevista para setembro deste ano. Diego Müller assina a direção; e Guilherme Castro, o roteiro. A direção de fotografia é de Bruno Polidoro, e a de arte é de Eduardo Antunes. No elenco, estão Werner Schünemann, Anderson Vieira, Evelyn Ligocki e Gabriela Munhoz.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário