Porto Alegre, sexta-feira, 02 de abril de 2021.
Dia Internacional do Livro Infanto-juvenil.
Porto Alegre,
sexta-feira, 02 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

televisão

- Publicada em 09h07min, 02/04/2021.

Pessoas ativas e produtivas depois dos 50 anos são tema do Globo Repórter

Apresentado por Sandra Annemberg, programa aborda chamada 'Economia prateada'

Apresentado por Sandra Annemberg, programa aborda chamada 'Economia prateada'


TV GLOBO/DIVULGAÇÃO/JC
Uma geração está derrubando mitos e preconceitos. Com força e coragem, brasileiros com mais de 50 anos seguem mais ativos do que nunca. No Globo Repórter desta próxima sexta-feira (2), as repórteres Sandra Annemberg e Beatriz Castro ouvem homens e mulheres com mais de 50 anos que trabalham, consomem, empreendem e se divertem.
Uma geração está derrubando mitos e preconceitos. Com força e coragem, brasileiros com mais de 50 anos seguem mais ativos do que nunca. No Globo Repórter desta próxima sexta-feira (2), as repórteres Sandra Annemberg e Beatriz Castro ouvem homens e mulheres com mais de 50 anos que trabalham, consomem, empreendem e se divertem.
Hoje, quase 55 milhões de brasileiros têm mais de meio século de vida e são responsáveis por 42% de tudo o que é consumido no País. É a chamada “Economia Prateada”, uma referência aos cabelos grisalhos, que movimenta R$ 1 trilhão e 800 bilhões por ano. Em menos de 20 anos, 50% do mercado de trabalho brasileiro será formado por pessoas acima de 50 anos.
“Quem tem mais de 50 está quebrando mitos. Somos pessoas ativas, produtivas, cheias de experiência, com desejos, energia, muita história para contar e com um longo caminho pela frente”, adianta Sandra Annemberg. “Há uma década, ter mais de 50 anos significava começar a pensar em parar. Hoje, é começar a pensar em mudar, se reinventar, descobrir o novo”, complementa a apresentadora. Aos 59 anos, a repórter pernambucana Beatriz Castro segue mais ativa do que nunca e define o público que será retratado no programa dessa semana. “Gente que não está pensando em parar. Que tem um propósito, um motivo para continuar. Aos 59, eu sigo no mesmo pique que eu tinha quando comecei, no mesmo ritmo”, conta a repórter.
Assim como Sandra e Beatriz, que seguem ativas depois dos 50, o programa conta histórias de pessoas que se redescobriram numa fase mais avançada da vida. Como as sócias que lançaram uma empresa digital aos 60; o casal que deu uma guinada na vida ao decidir sair da cidade e criar um novo negócio depois dos 50; a costureira que se viu sem emprego na pandemia e hoje demonstra mais energia que muitos jovens; o senhor que entrou na faculdade com quase 60 anos e hoje participa de um programa de estágio em uma empresa multinacional para estudantes com mais de 55 anos; entre outros.
O programa semanal da Globo vai ao ar logo depois do Big Brother Brasil.
Comentários CORRIGIR TEXTO