Porto Alegre, sexta-feira, 02 de abril de 2021.
Dia Internacional do Livro Infanto-juvenil.
Porto Alegre,
sexta-feira, 02 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Artes Cênicas

- Publicada em 08h33min, 02/04/2021.

Espetáculo infantil é atração online e gratuita para a Páscoa

'Joãozinho anda pra trás' será encenada pelos atores do coletivo Buraco Show

'Joãozinho anda pra trás' será encenada pelos atores do coletivo Buraco Show


RENATO KRUEGER/DIVULGAÇÃO/JC
O ator e diretor gaúcho Gilberto Gawronski se une à carnavalesca Rosa Magalhães para a peça infantil Joãozinho anda pra trás. Encenada pelo coletivo Buraco Show, a obra será exibida no sábado (3) e domingo (4), às 11h, em formato online. Os ingressos, gratuitos, podem ser obtidos pelo Sympla.
O ator e diretor gaúcho Gilberto Gawronski se une à carnavalesca Rosa Magalhães para a peça infantil Joãozinho anda pra trás. Encenada pelo coletivo Buraco Show, a obra será exibida no sábado (3) e domingo (4), às 11h, em formato online. Os ingressos, gratuitos, podem ser obtidos pelo Sympla.
A história se passa nas terras do Rei Joãozinho, homem que desaprendeu a andar para frente em razão de uma doença. Ele decreta que toda a população de seu reino também passe a andar para trás, e todos desaprendem a maneira correta de caminhar - menos o sapateiro real, que desafia a proibição.
Rosa Magalhães assina cenário e figurinos, com estética carnavalesca. Todos os atores e atrizes usam máscara. O texto é de Lucia Benedetti, mãe de Rosa, que também assina o cenário e o figurino. No elenco, Eber Inácio, Hugo Germano, Letícia Guimarães, Marcelo Souza e Sidnei Oliveira. O ator Luis Lobianco faz narrações em off, e um samba nupcial inédito foi gravado pela atriz e cantora Simone Mazzer.
Joãozinho anda para trás tem patrocínio do Governo Federal, do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc.
Comentários CORRIGIR TEXTO