Porto Alegre, sexta-feira, 29 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 29 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Audiovisual

- Publicada em 23h55min, 28/01/2021. Atualizada em 00h11min, 29/01/2021.

Netflix confirma continuação da série original francesa 'Lupin'

Omar Sy vive protagonista, um imigrante senegalês fã de Arsène Lupin, ladrão em ficção

Omar Sy vive protagonista, um imigrante senegalês fã de Arsène Lupin, ladrão em ficção


NETFLIX/DIVULGAÇÃO/JC
A Netflix confirmou nesta quinta-feira (28) que a série francesa Lupin vai ganhar novos episódios. Assim como a primeira parte, lançada em janeiro, serão cinco episódios na nova leva.
A Netflix confirmou nesta quinta-feira (28) que a série francesa Lupin vai ganhar novos episódios. Assim como a primeira parte, lançada em janeiro, serão cinco episódios na nova leva.
Eles serão dirigidos por Ludovic Bernard, que foi responsável por dois dos episódios que já estrearam, e Hugo Gélin, de Amor à Segunda Vista (2019). A previsão é que os novos episódios cheguem à Netflix no final do semestre.
De acordo com a Netflix, a produção ficou no topo do ranking de mais assistidos da plataforma de streaming em mais de 10 países. A empresa não informa se o Brasil está entre eles.
Protagonizada por Omar Sy, 43, Lupin é centrada no imigrante senegalês Assane, que é fã de Arsène Lupin, o charmoso ladrão criado pelo escritor Maurice Leblanc, que se tornou um dos mais célebres personagens da literatura francesa.
Trata-se de um ladrão que usa diversos disfarces para alcançar seus objetivos, motivo pelo qual é o sonho de consumo de muitos atores do país europeu. Inclusive do próprio Sy, que sugeriu uma produção sobre o personagem anos atrás.
Em entrevista cedida pela Netflix ao F5, ele elogiou a forma como a trama foi modernizada. "Eu tinha lido várias propostas que nunca foram inteiramente satisfatórias e nós tínhamos procurado 'nosso' Lupin em todas as partes, mas sempre estava faltando algo", disse.
"Quando (o roteirista e produtor) George Kay nos sugeriu essa versão, eu disse a mim mesmo que ele havia encontrado o Lupin que procurávamos há tanto tempo."
folhapress
Comentários CORRIGIR TEXTO