Porto Alegre, terça-feira, 05 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 05 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

gente

- Publicada em 15h35min, 05/01/2021. Atualizada em 15h40min, 05/01/2021.

Hospital desmente morte da atriz norte-americana Tanya Roberts

Após divulgar falecimento ao agente, família anuncia que ela está viva e segue internada

Após divulgar falecimento ao agente, família anuncia que ela está viva e segue internada


CHRIS DELMAS/AFP/JC
Depois de divulgar a morte da atriz Tanya Roberts, conhecida por sua participação no filme de James Bond 007 Na Mira dos Assassinos (1985), a família e o representante da artista voltaram atrás e disseram que ela segue viva, aos 65 anos.
Depois de divulgar a morte da atriz Tanya Roberts, conhecida por sua participação no filme de James Bond 007 Na Mira dos Assassinos (1985), a família e o representante da artista voltaram atrás e disseram que ela segue viva, aos 65 anos.
O assessor chegou a enviar um comunicado para a imprensa norte-americana, que repercutiu a notícia em diversos sites especializados e jornais, inclusive pelo TMZ, que deu a primeira nota. O assessor havia confirmado ao site que Tanya havia morrido no domingo (3), depois de ter um mal súbito em casa na véspera de Natal - informações passadas a ele pelo marido da atriz. Ela está internada no Cedars-Sinai Medical Center, em Los Angeles.
O comunicado divulgado tinha inclusive uma citação do marido, Lance O'Brien: "Conforme eu a segurei nos seus últimos momentos, ela abriu os olhos". O assessor agora afirma que o marido realmente havia acreditado que ela havia morrido, mas nesta segunda-feira (4), O'Brien recebeu uma ligação do hospital dizendo que a atriz continua viva. Ele estava dando uma entrevista no momento da ligação.
Segundo a imprensa dos Estados Unidos, a atriz segue internada na UTI do hospital e seu estado de saúde é bastante delicado.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO