Porto Alegre, segunda-feira, 04 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 04 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

literatura

- Publicada em 19h44min, 04/01/2021.

Publicitário Beto Bigatti apresenta livro a partir de blog 'Pai mala'

Pai do Gianluca e do Stefano, autor também é embaixador da Revista Pais&Filhos e palestrante

Pai do Gianluca e do Stefano, autor também é embaixador da Revista Pais&Filhos e palestrante


FOCARE/DIVULGAÇÃO/JC
“Se este livro puder mudar o comportamento de, pelo menos, um homem, a meta foi cumprida”, escreve a editora-executiva da Revista Pais&Filhos, Andressa Simonini, no prefácio do livro Pai mala: relatos sinceros de afeto, vínculos e imperfeições que não estão nos manuais (Independente, 156 págs., R$ 34,90), de Beto Bigatti, à venda no site paimala.com.br.
“Se este livro puder mudar o comportamento de, pelo menos, um homem, a meta foi cumprida”, escreve a editora-executiva da Revista Pais&Filhos, Andressa Simonini, no prefácio do livro Pai mala: relatos sinceros de afeto, vínculos e imperfeições que não estão nos manuais (Independente, 156 págs., R$ 34,90), de Beto Bigatti, à venda no site paimala.com.br.
E foi exatamente este o objetivo inicial do publicitário Beto Bigatti quando escreveu seus primeiros textos em 2016 no blog Pai Mala. “Sentia falta de homens falando de forma afetiva sobre paternidade”, destaca o pai do Gianluca, 15 anos, e do Stefano, 7 anos.
Nestes últimos quatro anos, o que Beto postou já ajudou, sim, a transformar o cotidiano de muita gente. Hoje, ele é acompanhado por 17 mil seguidores no Instagram, onde compartilha bem mais do que seu dia a dia. É lá que propõe reflexões sobre o papel dos pais nas famílias, com textos pautados pela emoção. E esta a tônica é reproduzida na publicação lançada em dezembro de 2020. 
Embaixador da Revista Pais&Filhos, Bigatti realiza palestras e bate-papos sobre inclusão e paternidade. Os dois temas são presentes em seus sinceros testemunhos nos 13 capítulos. Ele nasceu com uma deficiência física que tentou esconder por tempo demais, até que a paternidade deu uma nova perspectiva para a vida toda. Do amor pelos filhos surgiu o despertar de um novo homem e a vontade de compartilhar seus aprendizados para inspirar outros pais também. O desejo é que mais famílias abracem o poder transformador da paternidade por meio do tripé afeto, presença e limites.
Comentários CORRIGIR TEXTO