Porto Alegre, terça-feira, 01 de dezembro de 2020.
Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 01 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

televisão

- Publicada em 17h21min, 01/12/2020.

Marcelo Tas recebe o escritor Michel Laub no #Provoca

Autor comenta sobre sua profissão e assuntos atuais no programa da TV Cultura

Autor comenta sobre sua profissão e assuntos atuais no programa da TV Cultura


NATHALIE BOHM/TV CULTURA/DIVULGAÇÃO/JC
Nesta terça-feira (1), o apresentador da atração #Provoca, Marcelo Tas, recebe o escritor Michel Laub no programa da TV Cultura, a partir das 22h15min. Na edição inédita, Laub fala sobre política, fascismo, sua visão sobre as redes sociais, o "cancelamento" virtual, fake news e outros diversos assuntos.
Nesta terça-feira (1), o apresentador da atração #Provoca, Marcelo Tas, recebe o escritor Michel Laub no programa da TV Cultura, a partir das 22h15min. Na edição inédita, Laub fala sobre política, fascismo, sua visão sobre as redes sociais, o "cancelamento" virtual, fake news e outros diversos assuntos.
Na conversa com Tas, o convidado comenta seus dois livros, O Tribunal da Quinta-feira (2016) e o mais recente, Solução de Dois Estados (2020), além de abordar sua profissão como um todo. Autor de sete romances, Laub foi editor-chefe da revista Bravo, coordenador de publicações e internet do IMS (Instituto Moreira Sales) e atualmente é colunista do jornal Valor Econômico, com passagem por diversas outras publicações, como Folha de S.Paulo e do Globo. 
Quanto aos cancelamentos na internet, ele declara: "Acho que todo mundo também foi se acostumando um pouco com esse ritmo frenético de cancelamento, justiçamento, seja como for. E as coisas vão voltando ao lugar". Além da televisão, o programa também é transmitido pelo site oficial da emissora, redes sociais e no canal oficial do #Provoca no YouTube.
Comentários CORRIGIR TEXTO