Porto Alegre, domingo, 22 de novembro de 2020.
Dia do Músico.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 22 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

artes cênicas

- Publicada em 13h13min, 22/11/2020.

Espetáculo ao vivo 'Ubuntu Resiste' tem sessão na noite deste domingo

Matheu Corrêa estreou no ano de 2019 com o álbum 'Meu Black É Rock'

Matheu Corrêa estreou no ano de 2019 com o álbum 'Meu Black É Rock'


FÁBIO ALT/DIVULGAÇÃO/JC
Evento virtual de pluralidade cultural, Ubuntu Resiste é um espetáculo afrocentrado que se constrói com discussões sobre racismo, empoderamento e ancestralidade no (des)enquadramento da plataforma Zoom Meetings. Conta com a criação e a atuação de textos autorais de Hayline Vitória, Matheu Corrêa, Maurício Alves e Tainã Rosa. A partir de músicas, poemas, raps e cenas dramáticas dirigidas coletivamente, os artistas desenvolveram cenas que compõem uma narrativa potente e repleta de reflexões.
Evento virtual de pluralidade cultural, Ubuntu Resiste é um espetáculo afrocentrado que se constrói com discussões sobre racismo, empoderamento e ancestralidade no (des)enquadramento da plataforma Zoom Meetings. Conta com a criação e a atuação de textos autorais de Hayline Vitória, Matheu Corrêa, Maurício Alves e Tainã Rosa. A partir de músicas, poemas, raps e cenas dramáticas dirigidas coletivamente, os artistas desenvolveram cenas que compõem uma narrativa potente e repleta de reflexões.
A sessão deste domingo (22) começa às 19h. Os ingressos - entre R$ 22.50 e R$ 110,00 - podem ser adquiridos no Sympla para receber o link de acesso no Zoom.
Ubuntu Resiste é ao vivo e interage com as sensações e percepções do seu público. Ao final da apresentação, os espectadores também podem participar de um bate-papo com os artistas. Matheu Corrêa é compositor e guitarrista, graduado em Administração pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), estreou no ano de 2019 com o álbum Meu Black É Rock com dez composições autorais e uma mistura de ritmos da música negra com rock.
Hayline Vitória é atriz e professora de teatro graduada pela Ufrgs, atua em diferentes coletivos dramáticos e recebeu o Prêmio Açorianos de melhor atriz revelação, com o espetáculo Tabataba: dois contra o mundo. Educador popular, mediador de leitura, escritor, brincador e arteiro, Maurício Alves começou sua trajetória no Instituto Murialdo, em Porto Alegre, e segue ampliando os seus saberes junto a diferentes públicos.
Já Tainã Rosa é professora, literata e produtora cultural. Produz o podcast engajado nacionalmente A Cor da Voz. Cursa mestrado em Literatura na Ufrgs e já conquistou prêmios e editais dentro da cena literária.
Comentários CORRIGIR TEXTO