Porto Alegre, segunda-feira, 16 de novembro de 2020.
Dia Internacional da Tolerância.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 16 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

televisão

- Publicada em 21h38min, 16/11/2020.

Documentário que acompanha desenvolvimento de jovens transgêneros estreia na HBO

'Transhood' presencia transformações na vida de duas crianças e de dois adolescentes em Kansas City

'Transhood' presencia transformações na vida de duas crianças e de dois adolescentes em Kansas City


HBO/DIVULGAÇÃO/JC
Filmado ao longo de cinco anos em Kansas City, nos Estados Unidos, o inovador documentário Transhood é uma crônica inspiradora que mostra as vidas de quatro jovens e suas famílias conforme eles vão crescendo como transgêneros. A produção estreia nesta terça-feira (17), às 22h, no canal HBO e por streaming no HBO GO.
Filmado ao longo de cinco anos em Kansas City, nos Estados Unidos, o inovador documentário Transhood é uma crônica inspiradora que mostra as vidas de quatro jovens e suas famílias conforme eles vão crescendo como transgêneros. A produção estreia nesta terça-feira (17), às 22h, no canal HBO e por streaming no HBO GO.
No ambiente de conservadorismo político e religioso de Kansas City, é mostrado como, de 2014 a 2019, os pais lidam com as suas próprias adaptações no exercício da paternidade, enfrentando muitas vezes resistências do resto de suas famílias. O documentário apresenta uma abordagem de longo prazo das trajetórias dos protagonistas que tinham 4, 7, 12 e 15 anos no início das filmagens.
A produção mostra a redefinição do amadurecimento e como as expressões de gênero estão modificando as realidades destas famílias norte-americanas. Comovente e instigante, revela como as pessoas agem e tropeçam no exercício da paternidade, e como as crianças são desafiadas e transformadas à medida que vivenciam a complexidade das suas identidades.
Com direção de Sharon Liese, produção de Sasha Alpert e produção executiva de Kimberly Reed, Transhood apresenta várias nuances de histórias reais de quatro famílias corajosas. Cada trajetória é diferente e as experiências são variadas, mas têm em comum a honestidade e a incrível resiliência dos jovens diante da rejeição dos colegas, da dismorfia corporal e da escalada da retórica política que tenta invalidar as vidas das pessoas LGBTQ+.
Os protagonistas mais velhos navegam no campo minado da adolescência. Compartilhando seus momentos de maior vulnerabilidade, os pais expõem suas ambivalências, dúvidas e passos em falso enquanto eles mesmos vão se transformando ao longo do tempo.
Comentários CORRIGIR TEXTO