Porto Alegre, quinta-feira, 12 de novembro de 2020.
Dia do Supermercado. Dia Internacional da Qualidade.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 12 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

literatura

- Publicada em 08h12min, 12/11/2020.

Jandiro Adriano Koch lança título 'O crush de Álvares de Azevedo' na Feira

Livro questiona status quo revisitando personagens e episódios do passado

Livro questiona status quo revisitando personagens e episódios do passado


LIBRETOS/DIVULGAÇÃO/JC
É atração da 66ª Feira do Livro de Porto Alegre nesta quinta-feira (12) o lançamento do título O crush de Álvares de Azevedo (Libretos, 152 págs., R$ 25,00), do historiador Jandiro Adriano Koch, autor de Babá, esse depravado negro que amou (Libretos, 2019).  Essas obras vão na contra-corrente das forças regressivas que atuam na história literária em uma sociedade patriarcal e escravista, que elege por cânone homens brancos heterossexuais. Jan traz questionamentos como o fato de que nem todos são homens, nem todos são brancos e, sobretudo, nem todos são heterossexuais.
É atração da 66ª Feira do Livro de Porto Alegre nesta quinta-feira (12) o lançamento do título O crush de Álvares de Azevedo (Libretos, 152 págs., R$ 25,00), do historiador Jandiro Adriano Koch, autor de Babá, esse depravado negro que amou (Libretos, 2019).  Essas obras vão na contra-corrente das forças regressivas que atuam na história literária em uma sociedade patriarcal e escravista, que elege por cânone homens brancos heterossexuais. Jan traz questionamentos como o fato de que nem todos são homens, nem todos são brancos e, sobretudo, nem todos são heterossexuais.
Apoiado em pesquisa em jornais, documentos, ensaios acadêmicos, Jandiro explica sua abordagem: “Fiquei inclinado a ver certa tensão afetivo-sexual no que a maioria deliberou ter sido amizade [entre o poeta Manuel Antônio Álvares de Azevedo (1831-1852) e o porto-alegrense Luiz Antônio da Silva Nunes (1830-1911)], termo utilizado pelos dois para comentar o que sentiam mutuamente. Tanto me dobrei, que flertei com o termo crush".
A live de lançamento Literatura, gênero e sexualidade, conduzida por Guto Leite, será às 19h, na Sala Libretos, pelo YouTube da editora.
Comentários CORRIGIR TEXTO