Porto Alegre, segunda-feira, 09 de novembro de 2020.
Dia do Hoteleiro.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 09 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

audiovisual

- Publicada em 20h04min, 09/11/2020.

Amazon Prime estreia série 'Brasil imperial' nesta terça-feira

Atriz gaúcha Dedeh Melo, radicada no Rio de Janeiro, interpreta Imperatriz Leopoldina

Atriz gaúcha Dedeh Melo, radicada no Rio de Janeiro, interpreta Imperatriz Leopoldina


CESGRANRIO/DIVULGAÇÃO/JC
Estreia nesta terça-feira (10), pela Amazon Prime, com exibição no Brasil, em Portugal e na África, a série Brasil imperial. Com dez capítulos, a produção mostra desde a chegada da família real portuguesa ao Brasil até o retorno de D. Pedro I a Portugal. 
Estreia nesta terça-feira (10), pela Amazon Prime, com exibição no Brasil, em Portugal e na África, a série Brasil imperial. Com dez capítulos, a produção mostra desde a chegada da família real portuguesa ao Brasil até o retorno de D. Pedro I a Portugal. 
Narrada por Joaquim Gonçalves Ledo, que comandou a luta pela independência e pela democratização da sociedade brasileira, a trama traz o sofrimento de Leopoldina (interpretada pela atriz gaúcha Dedeh Melo, radicada no Rio de Janeiro) com as traições do imperador e o improvável romance entre o português Arrebita e a ex-escrava Ana do Congo. 
Cada capítulo tem duração de, aproximadamente, 40 minutos. As filmagens foram realizadas em apenas dois meses e a equipe usou mini sets já que eram gravadas diversas cenas em um único dia. As cenas foram rodadas em locais históricos da capital fluminense: Igreja Nossa Senhora do Outeiro da Glória, Paço Imperial, Real Gabinete Português de Leitura, Centro Cultural da Justiça Eleitoral e Casa Marquesa de Santos (a verdadeira casa de Domitila de Castro).
O diretor Alexandre Machafer conta que fugiu ao máximo da caricatura que se costuma criar em torno da família real portuguesa: "Mostramos um Dom João indeciso, mas que tinha pulso, que era forte. Não quis seguir aquela imagem que as pessoas criaram dele de bobalhão. Também quis mostrar papéis femininos com mais empoderamento com as personagens da Carlota Joaquina, Ana do Congo, Domitila, Leopoldina e Amélia. Foi minha intenção, também, mostrar o comportamento lascivo e irresponsável de Dom Pedro I, que demorou para entender o papel dele. Na série, eu trouxe o máximo de realismo sem perder o humor".
Comentários CORRIGIR TEXTO