Porto Alegre, domingo, 01 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 01 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

televisão

- Publicada em 13h36min, 01/11/2020.

Nélida Piñon concede entrevista ao programa Roda Viva nesta segunda-feira

Atração com a autora vai ao ar às 22h na TV Cultura, site, rádios e redes sociais da emissora

Atração com a autora vai ao ar às 22h na TV Cultura, site, rádios e redes sociais da emissora


TV CULTURA/DIVULGAÇÃO/JC
O Roda Viva desta segunda-feira (2) entrevista a escritora Nélida Piñon, detentora do Prêmio Príncipe Astúrias e primeira mulher a presidir a Academia Brasileira de Letras. Ao lado de Vera Magalhães, a bancada é formada por Marina Caruso, editora-chefe da revista Ela do jornal O Globo; Rinaldo Gama, coordenador de conteúdo do Insper e editor da Bei Editora; Marcella Franco, jornalista do jornal Folha de S. Paulo; Joselia Aguiar, jornalista e diretora da Biblioteca Mário de Andrade; e Tania Morales, apresentadora da rádio CBN.
O Roda Viva desta segunda-feira (2) entrevista a escritora Nélida Piñon, detentora do Prêmio Príncipe Astúrias e primeira mulher a presidir a Academia Brasileira de Letras. Ao lado de Vera Magalhães, a bancada é formada por Marina Caruso, editora-chefe da revista Ela do jornal O Globo; Rinaldo Gama, coordenador de conteúdo do Insper e editor da Bei Editora; Marcella Franco, jornalista do jornal Folha de S. Paulo; Joselia Aguiar, jornalista e diretora da Biblioteca Mário de Andrade; e Tania Morales, apresentadora da rádio CBN.
Há ainda a participação do cartunista Paulo Caruso. O programa vai ao ar a partir das 22h, com transmissão pela TV Cultura, Rádios Cultura FM e Brasil, site da emissora, Twitter, Facebook, YouTube e LinkedIn.
Com livros publicados em várias línguas, Nélida é descendente de uma família de espanhóis, da Galícia, e o mundo ibérico está presente em sua obra. Em seu livro mais recente, Um dia chegarei a Sagres, o personagem principal foi criado pelo avô, numa aldeia portuguesa do século XIX. Nesta obra, ela também propõe uma reflexão extremamente relevante: as utopias não são um privilégio dos ricos, mas estão abertas a todas as pessoas.
Nélida Piñon estreou na literatura com um romance, Guia-Mapa de Gabriel Arcanjo, que trata de temas como o pecado, o perdão e Deus. Publicou, ainda, A República dos Sonhos, A Casa da Paixão e Vozes do deserto, entre outros de grande sucesso no Brasil e no exterior.
Comentários CORRIGIR TEXTO