Porto Alegre, quarta-feira, 21 de outubro de 2020.
Dia do Contato Publicitário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 21 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

em cena

- Publicada em 15h26min, 21/10/2020.

Porto Alegre em Cena estreia podcast dramatúrgico 'Crônicas do amanhã'

Identidade visual do projeto, com trilha original de Álvaro RosaCosta, é assinada por Jimi Melo

Identidade visual do projeto, com trilha original de Álvaro RosaCosta, é assinada por Jimi Melo


JAQUES MACHADO/DIVULGAÇÃO/JC
Estreia nesta quarta-feira (21) o projeto Crônicas do amanhã, podcast disponibilizado no Spotify que trará performances dramatúrgicas no formato de áudio para a 27ª edição do Porto Alegre em Cena. Resultado de coprodução entre Rio Grande do Sul e Minas Gerais, um episódio por dia será publicado no perfil do Spotify do festival, entre 21 e 30 de outubro. A temática dos episódios são histórias ficcionais e livremente inspiradas em absurdos cotidianos.
Estreia nesta quarta-feira (21) o projeto Crônicas do amanhã, podcast disponibilizado no Spotify que trará performances dramatúrgicas no formato de áudio para a 27ª edição do Porto Alegre em Cena. Resultado de coprodução entre Rio Grande do Sul e Minas Gerais, um episódio por dia será publicado no perfil do Spotify do festival, entre 21 e 30 de outubro. A temática dos episódios são histórias ficcionais e livremente inspiradas em absurdos cotidianos.
Os dez episódios foram idealizados e produzidos pela Última Cia. De Teatro e Jaques Machado Produções Artísticas, com realização do festival e da Secretaria de Cultura de Porto Alegre. Na equipe, além da mistura de profissionais gaúchos e mineiros, a pluralidade de corpo e discursos foi um fator determinante. Os podcasts contam ainda com textos autorais de Andrea Rodrigues (MG), Aterna Pessoa e Jaques Machado.
A trilha original é de Álvaro RosaCosta (RS); e o design de áudio, de Igor Pedro (MG). A identidade visual é assinada por Jimi Melo. Já a apresentação é de Isaque Acosta.

Confira a programação e a sinopse de cada episódio:

Valéria Barcellos participa do primeiro podcast, A protagonista
Valéria Barcellos participa do primeiro podcast, A protagonista
RODRIGO BRAGAGLIA/DIVULGAÇÃO/JC
A protagonista - 21/10
Bia está prestes a entregar o primeiro trabalho da sua carreira de escritora. Ela só não contava que uma visita inesperada assumiria o comando de sua história e mudaria todos seus planos. Com Fernanda Fiuza e Valéria Barcellos.
Como as pessoas sonham - 22/10
Entre devaneios, acordado na madrugada, um homem reflete os sonhos que as pessoas têm. Cores, formas e incertezas. É possível sonhar com a nova realidade? Interpretação de Alexandre de Sena.
Último gran circo - 23/10
Ao preparar, objetos, roupas e fotos em sua casa, antes de partir para maior aventura de sua vida, uma senhora passeia por suas memórias como o circo viaja de cidade em cidade, sem saber quando a última apresentação acontecerá. Interpretação de Arlete Cunha. Participação de Isabelle Speziali.
Insone - 24/10
Depois de se esquecer como dormir, perdido em meio às notícias que se amontoavam sobre si, um homem relata seus dias e noites insones. Interpretado por Douglas Lunardi. Participação de Luno.
Despedida - 25/10
A morte de seu Ernesto afeta a rotina e comove duas antigas moradoras de sua casa. Sim, baratas. Interpretado por Lisiane Medeiros e Carlos Azevedo. Participação de Bianca Ramires, Felipe Evangelista, Jaques Machado, Lincoln Camargo e Maria Luiza Bufrem.
Terceiro sinal - 26/10
Um ator encara o público, seu texto e o silêncio. Quando muitos olhos te olham, para onde os seus apontam? Interpretado por Phillipe Coutinho.
Espelhos - 27/10
Ao ser despertada em mais um dia, uma jovem se prepara para sua rotina quando descobre que nada em sua casa reflete mais a imagem que ela construiu de si mesma. Interpretação de Hayline Vitória.
Recalculando - 28/10
Era só mais um dia comum e exaustivo de trabalho até o motorista de aplicativo aceitar a sua última corrida. Um passageiro, vários destinos. Vai ser preciso recalcular para conseguir chegar em casa. Interpretado por Dionisio Farias e Xandre Martinelli.
Abdução - 29/10
Não existe distância entre o mar e o espaço e nem entre uma pessoa e a Lua. Abduzido pela memória essa relação concretiza no presente o que fomos no passado e o que talvez sejamos em algum futuro. Interpretação de Gabriel Farias. Participação de Eslly Ramão, Maya Marqz, Lincoln Camargo e Luno.
O sonho - 30/10
Lugares conhecidos e memórias distorcidas que se repetem a cada tentativa de acordar. Luis percebe que está preso dentro de um sonho e não pode fazer nada quanto a isso. Interpretado por Erick Flores e Marcelo Souza. Participação de Bianca Ramires e Igor Pedro.
Comentários CORRIGIR TEXTO