Porto Alegre, sexta-feira, 09 de outubro de 2020.
Dia Mundial dos Correios.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 09 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

literatura

- Publicada em 20h40min, 09/10/2020.

Evento inédito online reúne mulheres de todo o País para conversar sobre livros

Poeta Ana Dos Santos participa da primeira mesa, sobre Maria Helena Vargas da Silveira

Poeta Ana Dos Santos participa da primeira mesa, sobre Maria Helena Vargas da Silveira


ARQUIVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO/JC
Caroline Zatt da Silva
Começa neste sábado (10) o I Encontro Nacional Virtual do Mulherio das Letras, apresentando mulheres de todo o País em três dias de rodas de conversa, saraus, mesas, entre outras iniciativas. O evento foi organizado pelo Mulherio das Letras do Rio Grande do Sul.
Começa neste sábado (10) o I Encontro Nacional Virtual do Mulherio das Letras, apresentando mulheres de todo o País em três dias de rodas de conversa, saraus, mesas, entre outras iniciativas. O evento foi organizado pelo Mulherio das Letras do Rio Grande do Sul.
Antecedem o encontro várias oficinas, todas com turmas completas e listas de espera desde os primeiros dias de divulgação interna, nos grupos do movimento em redes sociais. Toda a programação principal será transmitida pela página pública do Mulherio das Letras no Facebook - parte dela também no canal do YouTube do Mulherio/RS. A participação ativa nas salas é reservada às mulheres, mediante inscrição prévia.
Nesta sua primeira edição em plataformas virtuais, quatro escritoras gaúchas foram escolhidas pelo grupo do RS como mulherageadas: Maria Helena Vargas da Silveira (1940-2009), Lara de Lemos (1923-2010), Lilian Rocha e Eliane Brum. As mulheragens a autoras são tradicionais desde 2017, quando o I Encontro do Mulherio das Letras foi realizado em João Pessoa, na Paraíba.
Outra marca registrada são as rodas de conversa: debates sem coordenadoras, sem monopólio da fala, com microfone aberto. Cada roda tem uma mediadora, a quem cabe apenas dar avisos, organizar o encontro e garantir a distribuição do tempo entre as que se inscrevem para falar.
Outra mulher anota sugestões de ações e atividades, ideias, conclusões, para serem levadas à roda final na noite do encerramento. Assim como as mulherageadas, os temas das rodas também foram escolhidos em enquete, no grupo nacional do Mulherio no Facebook, que hoje reúne mais de 7 mil mulheres ligadas à cadeia criativa e produtiva do livro em todo o País, algumas no exterior.
Movimento feminista que reúne escritoras, editoras, ilustradoras, professoras, pesquisadoras e livreiras, entre outras mulheres ligadas à cadeia criativa e produtiva do livro no Brasil e no exterior, o Mulherio das Letras luta por sua visibilidade, questionando e ampliando a participação no setor. A ideia surgiu em julho de 2016, em reunião informal das escritoras Maria Valéria Rezende, Ana Maria Gonçalves e Conceição Evaristo, durante a Feira Literária de Parati (Flip).
Nos grupos nacional e regionais do Facebook, apenas mulheres são aceitas; nos encontros, homens são admitidos como ouvintes. Participante da primeira mesa do evento, neste sábado (10), às 10h30min, a poeta Ana Dos Santos destaca o ineditismo do I Encontro Nacional Virtual Mulherio das Letras: "É o primeiro organizado pelo Mulherio das Letras Rio Grande do Sul. É o primeiro encontro virtual por conta da pandemia. E, por fim, teremos como uma das 'mulherageadas' aquela que é considerada uma das primeiras escritoras negras do Rio Grande do Sul, Maria Helena Vargas da Silveira". 
Ana participa da roda de conversa ainda com Cristina Gamino Gomes Tonial e Shaiane Vargas, tendo como mediadora Lilian Rocha. Toda a programação é gratuita. Para participação ativa (com link de acesso às salas, colaborar com os debates e leituras, solicitar certificados) é necessária inscrição prévia, mas o acesso é limitado a 100 pessoas em cada atividade. Algumas já têm lista de espera, e somente mulheres podem se inscrever. Para quem quiser somente assistir, pode acompanhar as lives pelo Facebook e YouTube.
Inscrições e mais informações neste link

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

10 DE OUTUBRO (SÁBADO)

10h30min às 12h30min - MESA sobre a MULHERAGEADA Maria Helena Vargas da Silveira (1940-2009). Com Ana dos Santos, Cristina Gamino Gomes Tonial, Shaiane Vargas. Mediadora: Lilian Rocha

15h às 16h30min - RODA DE CONVERSA - Lives, grupos de leitura e divulgação do livro

Mediadora: Maurem Kayna

15h às 16h30min - RODA DE CONVERSA - Lugar de fala: conceito e resistências

Mediadora: Maya Falks

19h às 21h - SARAU DAS MINAS - Especial Mulherio das Letras

Com Lélia Almeida, Maria Alice Bragança, Natalia Borges Polesso, Valesca de Assis.

Mediadora: mariam pessah



------------------



11 DE OUTUBRO (DOMINGO)



10h30min às 12h30min - MESA sobre a MULHERAGEADA Eliane Brum. Com Ana Carolina Pinheiro, Julia Dantas, Mires Batista Bender.

Mediadora: mariam pessah



15h às 16h30min - RODA DE CONVERSA - Escrever: escolhas e renúncias de autoras

Mediadora: Irka Barrios

15h às 16h30min - RODA DE CONVERSA - A mulher escritora e sua representatividade no Brasil. Quais os desafios? Mediadora: Michelle C. Buss



19h às 21h - MESA sobre a MULHERAGEADA Lara de Lemos (1923-2010). Com Cinara Ferreira, Mara Silva, Rita Lenira Bittencourt.

Mediadora: Laís Chaffe



------------------



12 DE OUTUBRO (SEGUNDA-FEIRA)



10h30min às 12h30min - MESA sobre a MULHERAGEADA Lilian Rocha. Com Lilian Rocha, Ana Dos Santos, Maria Alice Bragança.

Mediadora: Taiasmin Ohnmacht



15h às 16h30min - RODA DE CONVERSA - Racismo na Literatura e no mercado do livro

Mediadora: Juliane Vicente

15h às 16h30min - RODA DE CONVERSA - Estratégias para cobrarmos políticas culturais inclusivas

Mediadora: Márcia Cavalcante



19h às 21h - RODA DAS RODAS: Mulherio do Amanhã

Mediadora: Neli Germano

Seguida pelo Sarau da ReVolta
Mediadora: Laís Chaffe



Com Maria Valéria Rezende, as articuladoras nacionais Dalila Teles Veras, Cíntia Gushiken, Giovana Damaceno, Henriette Effenberger e as articuladoras:



Angela Rodriguez Mooney - Mulherio das Letras Estados Unidos

Carla Alves - Mulherio das Letras Zila Mamede - Natal/RN

Diana Pilatti - Mulherio das Letras Mato Grosso do Sul

Marilia Kubota - Mulherio das Letras Paraná

Marli Walker - Mulherio das Letras Mato Grosso

Patricia Cacau - Mulherio das Letras Ceará
Comentários CORRIGIR TEXTO