Porto Alegre, sexta-feira, 02 de outubro de 2020.
Dia Internacional do Notário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 02 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

audiovisual

- Publicada em 20h09min, 02/10/2020.

Festival de Roteiro de Porto Alegre divulga curtas premiados

Roteiro do filme 'Sem asas', de autoria de Renata Martins, foi vencedor da categoria

Roteiro do filme 'Sem asas', de autoria de Renata Martins, foi vencedor da categoria


FRAPA/DIVULGAÇÃO/JC
O Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre (Frapa) anunciou os vencedores de sua oitava edição. O ganhador do troféu de melhor roteiro da mostra competitiva de curtas foi Sem asas (SP), escrito por Renata Martins.
O Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre (Frapa) anunciou os vencedores de sua oitava edição. O ganhador do troféu de melhor roteiro da mostra competitiva de curtas foi Sem asas (SP), escrito por Renata Martins.
O roteiro de O conforto das ruínas (SP), de Gabriela Lourenzato, recebeu o prêmio do júri popular. Os outros vencedores foram os roteiros dos curtas Marie (melhor personagem), Céu da boca (melhor diálogo), Bonde (melhor cena), A felicidade delas (melhor final) e Os últimos românticos do mundo (melhor título).
No concurso de roteiros, Tempo meio azul piscina, de Sofia Federico, e Inimigo interno, de Eva Freire e Rogério Cathalá, ambos da Bahia, foram os vencedores em primeiro lugar nas categorias longa-metragem e piloto de TV, respectivamente. Mais de 450 roteiros de todo o Brasil foram inscritos neste ano. A premiação inclui cópias de software de edição Final Draft 11, bolsas de estudos e prêmios em dinheiro.
Considerado o maior evento do gênero na América Latina, a 8ª edição do Frapa aconteceu exclusivamente em formato online em razão da pandemia da Covid-19. Um dos destaques deste ano foi o FRAPA[LAB], feito em coprodução com o Projeto Paradiso, laboratório que atendeu os 12 finalistas do concurso de roteiros. A realização do Frapa é da Coelho Voador e Epifania Filmes, com direção de Leo Garcia e produção-executiva de Mariana Mêmis Müller.

Relação dos premiados

Mostra Competitiva de Curtas
Melhor Roteiro: Sem asas, roteiro de de Renata Martins
Melhor Personagem: Alcina (Divina Valéria), de Marie, roteiro de Leo Tabosa
Melhor Diálogo: Céu da boca, roteiro de Amanda Treze
Melhor Cena: cena do banho no Bonde, roteiro de Coletivo Gleba do Pêssego
Melhor Final: A felicidade delas, roteiro de Carol Rodrigues
Melhor Título: Os últimos românticos do mundo, roteiro de Henrique Arruda
Melhor Roteiro segundo Júri Popular: O conforto das ruínas, roteiro de Gabriela Lourenzato
Menções Honrosas: Mitos indígenas em travessia, roteiro de Julia Vellutini e Wesley Rodrigues; e Rebento, roteiro de Vinicius Eliziario
Concurso de Roteiros - categoria Longa-Metragem
1º lugar: Tempo meio azul piscina, de Sofia Federico
2º lugar: Doce inferno na galáxia, roteiro de Fabio Baldo
Melhor pitching: Arvorado, de João Iglesias
Menção honrosa: Criadas, de Carol Rodrigues
Concurso de Roteiros - categoria Piloto de Série
1º lugar: Inimigo interno, de Eva Freire e Rogério Cathalá
2º lugar: Fim dos tempos, roteiro de Paulo Leierer
3º lugar: Mangue sujo, roteiro de Juliana Colares
Melhor pitching: Lâne & Eli, de Junia Lemos
Menção honrosa: Fim dos tempos, de Paulo Leierer
Comentários CORRIGIR TEXTO