Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

artes cênicas

- Publicada em 19h43min, 22/09/2020.

Palco Virtual encerra mês com dramaturgias negras e adaptações teatrais

Angela Ribeiro, Flávia Strongolli e Rita Pisano vivem três mulheres que discutem o que fazer com a Villa Grimaldi

Angela Ribeiro, Flávia Strongolli e Rita Pisano vivem três mulheres que discutem o que fazer com a Villa Grimaldi


LEEKYUNG KIM/DIVULGAÇÃO/JC
O Itaú Cultural encerra as duas últimas semanas de setembro com debates e apresentações teatrais online. Toda a programação do Palco Virtual é gratuita. As apresentações acontecem via Zoom e as reservas de ingressos online pode ser feita pelo no site da instituição, onde também está disponível toda a programação completa.
O Itaú Cultural encerra as duas últimas semanas de setembro com debates e apresentações teatrais online. Toda a programação do Palco Virtual é gratuita. As apresentações acontecem via Zoom e as reservas de ingressos online pode ser feita pelo no site da instituição, onde também está disponível toda a programação completa.
Nas terças-feiras (22 e 29), às 20h, será apresentada a peça Villa, com direção de Diego Moschkovich. No texto do autor chileno Guillermo Calderón, as atrizes Angela Ribeiro, Flávia Strongolli e Rita Pisano vivem três mulheres que discutem o que fazer com a Villa Grimaldi, centro de tortura e extermínio no regime do ditador Augusto Pinochet (1915-2006), no Chile. A história, na qual elas refletem também sobre suas escolhas e suas trajetórias, é conduzida por uma urna, onde o voto ganha força.
Já no sábado e no domingo (26 e 27), a programação é para o público infantil com a Caravana Tapioca apresentando o espetáculo Cavaco e sua Pulga. Na história, em um circo de pulgas. Lá, o excêntrico domador Cavaco, personagem do ator Anderson Machado, apresenta Maria, uma a pulga adestrada que chega de paraquedas, canta, faz música com panelas, cospe fogo, doma uma fera, entre outras habilidades nunca antes vistas. A direção é do músico, ator e dançarino Helder Vasconcelos.
Na próxima segunda-feira (28), às 20h, o ciclo de leituras apresenta mais um bloco dedicado à dramaturgia negra. Entre alguns destaques estão a cena ficcional Ticumbi de Conceição da Barra, de Adriano Domingos Monteiro, abrindo a programação do dia. Emerson de Paula apresenta Coração-tambor, baseado no mito Medeia e em diálogo com a manifestação cultural do marabaixo. A última apresentação fica por conta de Monólogo para a Travessia, de Vita Pereira, de Araraquara, São Paulo.
Comentários CORRIGIR TEXTO