Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

televisão

- Publicada em 11h30min, 18/09/2020.

Globo comemora 70 anos da TV no Brasil com especiais na programação

Edney Silvestre entrevista Glória Perez para o 'Globo Repórter' temático

Edney Silvestre entrevista Glória Perez para o 'Globo Repórter' temático


JOSÉ HENRIQUE CASTRO/GLOBO/DIVULGAÇÃO/JC
Em celebração aos 70 anos da televisão no Brasil, comemorados nesta sexta-feira (18), a Rede Globo preparou edições especiais na sua programação para falar sobre o tema. Com dois programas inéditos, o Globo Repórter desta sexta-feira (18) e da próxima (25), reúne Glória Maria e Sandra Annemberg para falar com Edney Silvestre, Renato Machado e Isabela Assumpção e entrevistar atores, diretores, personalidades e apresentadores que ajudaram a fazer a história destas sete décadas.
Em celebração aos 70 anos da televisão no Brasil, comemorados nesta sexta-feira (18), a Rede Globo preparou edições especiais na sua programação para falar sobre o tema. Com dois programas inéditos, o Globo Repórter desta sexta-feira (18) e da próxima (25), reúne Glória Maria e Sandra Annemberg para falar com Edney Silvestre, Renato Machado e Isabela Assumpção e entrevistar atores, diretores, personalidades e apresentadores que ajudaram a fazer a história destas sete décadas.
Humor, dramaturgia, esporte e música estão entre os temas abordados. O programa vai ao ar às 23h05min. No Jornal da Globo de sexta-feira (18), à 0h25min, Nelson Motta também celebra a data com uma coluna especial sobre a história da TV. Após o telejornal, o Conversa com Bial recebe Cid Moreira, a lenda viva da TV nacional. Uma das figuras mais emblemáticas do telejornalismo brasileiro, ele relembra a sua trajetória pessoal e profissional.
No sábado (19), à 0h50min, a Globo exibe Nada será como antes, produção sobre a chegada da televisão no Brasil, em formato de telefilme. Exibida originalmente em 2016, a obra criada por Guel Arraes e Jorge Furtado conta os bastidores da implementação da primeira emissora de televisão no Brasil. Ambientada entre meados da década de 1940 até o final dos anos 1950, a trama tem como fio condutor o drama romântico do empreendedor Saulo (Murilo Benício) e da locutora de rádio Verônica (Débora Falabella). A trajetória do casal acompanha a transformação dos meios de comunicação do País.
Comentários CORRIGIR TEXTO