Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

fotografia

- Publicada em 22h35min, 06/08/2020. Atualizada em 22h52min, 06/08/2020.

Abertura do FestFoto 2020 em formato digital ocorre nesta sexta-feira

Com 'Pra lugar nenhum', Leandro Selister é um dos finalistas gaúchos da convocatória da edição

Com 'Pra lugar nenhum', Leandro Selister é um dos finalistas gaúchos da convocatória da edição


LEANDRO SELISTER/DIVULGAÇÃO/JC
Pela primeira vez, o FestFoto exibirá todo o seu conteúdo em formato multimídia, durante cinco dias de programação, pela internet. Até 12 de agosto, a agenda - centrada na reflexão visual contemporânea sobre as Emergências do Sul Global - inclui apresentação de trabalhos e conversas com artistas, curadores e especialistas em videoconferências abertas ao público e disponíveis nos perfis das redes sociais do festival - Facebook e canal do YouTube.
Pela primeira vez, o FestFoto exibirá todo o seu conteúdo em formato multimídia, durante cinco dias de programação, pela internet. Até 12 de agosto, a agenda - centrada na reflexão visual contemporânea sobre as Emergências do Sul Global - inclui apresentação de trabalhos e conversas com artistas, curadores e especialistas em videoconferências abertas ao público e disponíveis nos perfis das redes sociais do festival - Facebook e canal do YouTube.
O tema de 2020 dá sequência à linha de abordagem iniciada em 2019, com as diásporas contemporâneas, e enfoca situações limite, condição que não diz respeito à localização geográfica mas ao compartilhamento da experiência de vulnerabilidade, compartilhada por populações ou indivíduos que experimentam tanto riscos iminentes quanto o surgimento de alternativas.
Seguindo sua tradição de transitar na fronteira da fotografia documental e fotografia de expressão para o tratamento de temas mundiais relevantes, a curadoria selecionou obras que abordam as ausências (aquilo que foi subtraído do passado ou tornado invisível) e as emergências (aquilo que que irrompe a partir do que está contido no real) em um contexto mundial em que a produção fotográfica se ocupa dos grandes temas e polêmicas contemporâneas. 

Registro de Nicole Kramm (Chile) integra Mostra Emergência Sulamericana, com curadoria da argentina Cora Gamarnick
Registro de Nicole Kramm (Chile) integra Mostra Emergência Sulamericana, com curadoria da argentina Cora Gamarnick
NICOLE KRAMM/DIVULGAÇÃO/JC
A iniciativa é resultado da adaptação digital doevento às medidas de restrição e combate ao Covid-19, que impossibilitaram a realização presencial, inicialmente prevista para março, na Fundação Iberê Camargo. O material estará disponível no site festfoto.art.br. A abertura oficial da edição de 2020 ocorre nesta sexta-feira (7), às 19h.
Na sequência, às 19h30min, haverá a apresentação do conteúdo e dos multimídia com as obras Solidão, de José Diniz (RJ) e Eles estão nos marcando, de Cristóbal Olivares (Chile). Já às 19h45min, ocorre a FotoFesta – com projeção dos trabalhos dos(as) finalistas gaúchos(as) da Convocatória FestFoto 2020 - Mostra Fotograma Livre: Para lugar nenhum, de Leandro Selister; Letters to Ultramarines, de Gustavo Balbela; A forma da Terra, de Fernanda Chemale - além de Branco Galático, do fotógrafo Cristiano Sat’Anna, uma das produções selecionadas para receber o Apoio Cultural Itaú, nas Leituras de Portfólio 2020.
Comentários CORRIGIR TEXTO