Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

música

- Publicada em 20h38min, 31/07/2020.

Com sonatas de Beethoven e Schubert, Ospa faz mais uma live neste sábado

Projeto on-line inicia agosto com duo de André Carrara (piano) e Emerson Kretschmer (violino)

Projeto on-line inicia agosto com duo de André Carrara (piano) e Emerson Kretschmer (violino)


CAROL CHAVES/DIVULGAÇÃO/JC
Neste sábado (1), às 17h, a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) segue suas atividades ininterruptas e abre o mês de agosto com o repertório de dois consagrados compositores da música de concerto. A 14ª edição do Ospa Live revisita Sonata Op. 12, nº 1, de Ludwig van Beethoven (1770-1827) – obra elaborada em estilo clássico, dedicada ao seu professor Antonio Salieri – e Sonatina Op. 137, nº 2, de Franz Schubert (1797-1828), que foi publicada postumamente. A peça é constituída por duas outras sonatas Op. 137 e se caracteriza pelo tamanho menor em relação às composições de mesmo estilo, como as de Wolfgang Amadeus Mozart. 
Neste sábado (1), às 17h, a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) segue suas atividades ininterruptas e abre o mês de agosto com o repertório de dois consagrados compositores da música de concerto. A 14ª edição do Ospa Live revisita Sonata Op. 12, nº 1, de Ludwig van Beethoven (1770-1827) – obra elaborada em estilo clássico, dedicada ao seu professor Antonio Salieri – e Sonatina Op. 137, nº 2, de Franz Schubert (1797-1828), que foi publicada postumamente. A peça é constituída por duas outras sonatas Op. 137 e se caracteriza pelo tamanho menor em relação às composições de mesmo estilo, como as de Wolfgang Amadeus Mozart. 
A apresentação fica a cargo dos músicos da orquestra Emerson Kretschmer (violino) e André Carrara (piano). O recital é transmitido ao vivo, pelo canal do YouTube da orquestra, diretamente da Casa da Ospa. A direção artística é do maestro Evandro Matté.
O projeto de recitais virtuais busca conciliar isolamento social com cultura durante a pandemia do novo coronavírus. O número de músicos que tocam ao vivo é sempre reduzido, sem a presença física do público. Os eventos seguem criteriosamente todas as medidas de prevenção contra a Covid-19 adotadas pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul.
A Ospa é uma das fundações vinculadas à Secretaria de Estado da Cultura do Governo do Rio Grande do Sul (Sedac/RS). Os concertos da Temporada 2020 são patrocinados, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, por Banrisul, Alibem e Porto Alegre Airport. Apoiador da Temporada Artística: Sulgás. A realização é da Fundação Ospa e Fundação Cultural Pablo Komlós.
Comentários CORRIGIR TEXTO