Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

música

- Publicada em 21h01min, 30/07/2020.

'Sarau do Solar' celebra Theatro São Pedro com show do Tambo do Bando

Quinteto de músicos faz releituras de clássicos do grupo

Quinteto de músicos faz releituras de clássicos do grupo


CLAUDIO ETGES/DIVULGAÇÃO/JC
A última apresentação virtual em comemoração aos 162 anos do Theatro São Pedro ocorre nesta sexta-feira (31). Após quatro meses com as cortinas cerradas, o palco principal receberá Tambo do Bando 30 anos - Com o pé no galpão e a cabeça na galáxia, em uma live especial. O show será transmitido às 20h, ao vivo pelo Facebook e pelo canal do YouTube do Theatro São Pedro, além da veiculação pela TV Assembleia.
A última apresentação virtual em comemoração aos 162 anos do Theatro São Pedro ocorre nesta sexta-feira (31). Após quatro meses com as cortinas cerradas, o palco principal receberá Tambo do Bando 30 anos - Com o pé no galpão e a cabeça na galáxia, em uma live especial. O show será transmitido às 20h, ao vivo pelo Facebook e pelo canal do YouTube do Theatro São Pedro, além da veiculação pela TV Assembleia.
O espetáculo é uma homenagem do projeto Sarau do Solar. Beto Bollo (violão e voz), Carlos Leandro Cachoeira (violão e voz), Texo Cabral (flauta, harmônica e voz), Marcelo Lehmann (teclado e voz) e Vinícius Brum (violão e voz) fazem releituras de clássicos do grupo Tambo do Bando.
O show conta com a participação do compositor e cantor Beto Barros, autor da letra da composição Terra, com música de Beto Bollo, gravada pelo Tambo do Bando. Clássico, mas irreverente, sublinhado pela sobriedade cênica, o espetáculo tem iluminação de Karrah Luz, figurino e cenário especialmente criados por Cristina Pozzobon.
O cenário conta a história do Tambo do Bando por meio da projeção de imagens sugeridas pela própria poética da obra do coletivo. Marcado pela maturidade vocal e musical e pelo rigor estético, o show apresenta fortes referências da música regional, retratando uma significativa e diferenciada etapa da música gaúcha dentro destes quase quarenta anos do movimento cultural caracterizado pelos festivais, e repassa a trajetória do grupo com toda a originalidade, vigor poético e lírico, que sempre o caracterizou.
Comentários CORRIGIR TEXTO
-ad-1596657561442-0'); });
O espetáculo é uma homenagem do projeto Sarau do Solar. Beto Bollo (violão e voz), Carlos Leandro Cachoeira (violão e voz), Texo Cabral (flauta, harmônica e voz), Marcelo Lehmann (teclado e voz) e Vinícius Brum (violão e voz) fazem releituras de clássicos do grupo Tambo do Bando.
O show conta com a participação do compositor e cantor Beto Barros, autor da letra da composição Terra, com música de Beto Bollo, gravada pelo Tambo do Bando. Clássico, mas irreverente, sublinhado pela sobriedade cênica, o espetáculo tem iluminação de Karrah Luz, figurino e cenário especialmente criados por Cristina Pozzobon.
O cenário conta a história do Tambo do Bando por meio da projeção de imagens sugeridas pela própria poética da obra do coletivo. Marcado pela maturidade vocal e musical e pelo rigor estético, o show apresenta fortes referências da música regional, retratando uma significativa e diferenciada etapa da música gaúcha dentro destes quase quarenta anos do movimento cultural caracterizado pelos festivais, e repassa a trajetória do grupo com toda a originalidade, vigor poético e lírico, que sempre o caracterizou.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Leia também