Porto Alegre, sexta-feira, 31 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 31 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

televisão

- Publicada em 03h26min, 31/07/2020.

Uruguai em documentário no 'Sexta da Sociedade' do Canal Curta!

Uruguaios fazem manifestação em frente ao Congresso, em Montevidéu

Uruguaios fazem manifestação em frente ao Congresso, em Montevidéu


/CANAL CURTA!/DIVULGAÇÃO/JC
Na segunda metade do século XX, assim como outros países latino-americanos, o Uruguai teve uma ditadura que reprimiu duramente os movimentos sociais e os partidos, bem como a cultura popular. Porém, a resistência se fortaleceu e, embalada pelo tambor do Candombe ritmo de origem africana bastante popular no país, conquistou não apenas o fim do regime militar, como abriu caminhos para outras pautas sociais. Todo esse processo é tema do documentário Uruguai - Na vanguarda, de Marco Antonio Pereira, atração do Canal Curta! nesta sexta-feira.
Na segunda metade do século XX, assim como outros países latino-americanos, o Uruguai teve uma ditadura que reprimiu duramente os movimentos sociais e os partidos, bem como a cultura popular. Porém, a resistência se fortaleceu e, embalada pelo tambor do Candombe ritmo de origem africana bastante popular no país, conquistou não apenas o fim do regime militar, como abriu caminhos para outras pautas sociais. Todo esse processo é tema do documentário Uruguai - Na vanguarda, de Marco Antonio Pereira, atração do Canal Curta! nesta sexta-feira.
Após a retomada da democracia, reivindicações como a regulamentação da maconha, o matrimônio igualitário sem distinção entre casamentos heterossexuais ou homossexuais , a legalização do aborto e as leis de cotas para afrodescendentes entraram na agenda do então presidente José Mujica, tendo sido implementadas. Assim, já no século XXI, o país está na vanguarda das políticas públicas pró-direitos civis. A exibição é na faixa Sexta da Sociedade, às 20h.
Comentários CORRIGIR TEXTO