Porto Alegre, sexta-feira, 19 de junho de 2020.
Dia do Cinema Brasileiro.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 19 de junho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

cinema

Alterada em 19/06 às 13h20min

Longa gaúcho 'Aos olhos de Ernesto' terá pré-estreia on-line no Festival do Espaço Itaú

Ator uruguaio Jorge Bolani (de Whisky) protagoniza filme de Ana Luiza Azevedo

Ator uruguaio Jorge Bolani (de Whisky) protagoniza filme de Ana Luiza Azevedo


FÁBIO REBELO/DIVULGAÇÃO/JC
Caroline Zatt da Silva
Premiado pela crítica na 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e pelo público no 23º Festival Internacional de Cine de Punta del Este, Aos olhos de Ernesto terá pré-estreia on-line no Festival Espaço Itaú Play, que conta com uma seleção de 19 filmes inéditos. Dirigido e roteirizado por Ana Luiza Azevedo (de Antes que o mundo acabe), o longa estará disponível neste sábado (20) e neste domingo (21), na página do Espaço Itaú de Cinema, com ingressos a R$ 10,00 - a compra já está disponível.
Premiado pela crítica na 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e pelo público no 23º Festival Internacional de Cine de Punta del Este, Aos olhos de Ernesto terá pré-estreia on-line no Festival Espaço Itaú Play, que conta com uma seleção de 19 filmes inéditos. Dirigido e roteirizado por Ana Luiza Azevedo (de Antes que o mundo acabe), o longa estará disponível neste sábado (20) e neste domingo (21), na página do Espaço Itaú de Cinema, com ingressos a R$ 10,00 - a compra já está disponível.
O filme tinha estreia marcada para abril, mas a programação foi adiada por causa da pandemia de Covid-19. Produzido pela Casa de Cinema de Porto Alegre e com distribuição da Elo Company, o título ganhará nova data de lançamento após a reabertura dos cinemas.
Na trama, o ator uruguaio Jorge Bolani (de Whisky) vive o personagem-título, um ex-fotógrafo de 78 anos que se depara com uma crescente cegueira e as limitações diversas que acompanham a idade, em uma história sobre solidão, amizade e amor. O longa também será tema de uma live no Instagram do Canal Brasil (@canalbrasil), sábado, às 17h, com a participação da diretora e da atriz Gabriela Poester.

Iniciativa dá acesso gratuito ao filme 'Piedade', de Claudio Assis, nesta sexta-feira

Praia da Saudade, Piedade. Lá encontra-se o bar Paraíso do Mar
Com Irandhir Santos e Fernanda Montenegro (c), longa retrata bar Paraíso do Mar na Praia da Saudade
BARBARA CUNHA/DIVULGAÇÃO/JC
O Espaço Itaú, recinto de filmes nacionais e independentes, mantendo sempre o seu compromisso de priorizar os lançamentos em salas de cinema promove, dentro do seu próprio site e em parceria com a plataforma Looke, um festival de pré-estreias através do seu mais novo projeto: o Espaço Itaú Play. Os longas do festival que terá início nesta sexta-feira (19), data que homenageia o cinema brasileiro, estrearão no circuito assim que a volta às atividades for confirmada pelos órgãos competentes.
Os títulos da programação ficarão disponíveis por 48 horas, a R$ 10,00 cada, sendo 20% do valor destinado à APRO (Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais), que vai auxiliar os profissionais de cinema afetados pela pandemia.
O festival tem o patrocínio do Itaú Unibanco, que em homenagem ao Dia do Cinema Brasileiro, 19 de junho, oferece a exibição do filme Piedade, de Claudio Assis, gratuitamente. O acesso sem custo ao longa protagonizado por Fernanda Montenegro, e com outros grandes nomes como Irandhir Santos, Matheus Nachtergaele, Cauã Reymond e Gabriel Leone, poderá ser feito na mesma plataforma, mas apenas na sexta-feira.
A seleção brasileira mostra produções de várias regiões do Brasil. O Rio de Janeiro está representado por Mangueira em 2 tempos, de Ana Maria Magalhães; Três verões, de Sandra Kogut, e A febre, de Maya Da-Rin. De São Paulo serão apresentados Dora e Gabriel, de Ugo Giorgetti, que filmou o confinamento antes da Pandemia; Boni Bonita, de Daniel Barosa, e Música para morrer de amor, de Rafael Gomes. Pacarrete, de Allan Deberton, é a produção do Ceará, e Querência, de Helvécio Marins Jr, de Minas Gerais. Já do Rio Grande do Sul, Ana Luiza Azevedo apresenta Aos olhos de Ernesto, e, da Bahia, Marília Hugues e Claudio Marques mostram Guerra de algodão. E Pernambuco convida o público a ver Piedade, de Claudio Assis.
Entre os títulos estrangeiros, as produções representam o Afeganistão, com O orfanato, de Shahrbanoo Sadat; Turquia, com O Conto das três Irmãs, de Emin Alper; Áustria, com O chão sob meus pés, de Marie Kreutzer; China, com Viver para cantar, de Johnny Mo, e Suk Suk, de Ray Yeung; Estados Unidos, com Alice Guy-Blanché: A história não contada da primeira cineasta do mundo, de Pamela B. Green; França, com Deerskin - A jaqueta de couro de cervo, de Quentin Dupieux, e Alemanha, com Liberté, de Albert Serra.
Comentários