Porto Alegre, sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Dia do Trânsito.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

LAZER

- Publicada em 17h20min, 17/06/2020. Atualizada em 11h42min, 18/06/2020.

Para fomentar a cultura, Anfiteatro Pôr do Sol terá espetáculos em formato drive-in

Poa Drive-In Show será realizado no anfiteatro Pôr do Sol, a partir de 27 de junho

Poa Drive-In Show será realizado no anfiteatro Pôr do Sol, a partir de 27 de junho


IMPACTO VENTO NORTE/DIVULGAÇÃO/JC
Fernanda Crancio
A partir do dia 27 de junho Porto Alegre terá uma sequência de shows e apresentações no Anfiteatro Pôr do Sol, com o objetivo de retomar a movimentação da cultura local e, sobretudo, apoiar a classe artística e toda a cadeia que dela depende e está há 100 dias impedida de realizar eventos, por conta da pandemia do coronavírus. O projeto Poa Drive-In Show, capitaneado pelas produtoras Impacto Vento Norte e Best Entretenimento, com correalização da prefeitura municipal, pretende oferecer aos porto-alegrenses o reencontro com o entretenimento e, em contrapartida, fomentar o setor cultural e colaborar com os profissionais que nele atuam.
A partir do dia 27 de junho Porto Alegre terá uma sequência de shows e apresentações no Anfiteatro Pôr do Sol, com o objetivo de retomar a movimentação da cultura local e, sobretudo, apoiar a classe artística e toda a cadeia que dela depende e está há 100 dias impedida de realizar eventos, por conta da pandemia do coronavírus. O projeto Poa Drive-In Show, capitaneado pelas produtoras Impacto Vento Norte e Best Entretenimento, com correalização da prefeitura municipal, pretende oferecer aos porto-alegrenses o reencontro com o entretenimento e, em contrapartida, fomentar o setor cultural e colaborar com os profissionais que nele atuam.
 
De acordo com o coordenador de Música da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), Henry Ventura, a prefeitura acolheu a ideia dos produtores de pronto, pois viu na iniciativa uma forma de voltar a proporcionar atividades culturais na cidade e ainda desenvolver uma ação de cunho social para a comunidade artística da cidade. "O cenário que temos com a pandemia não é promissor para o setor, que não terá possibilidade de realizar eventos culturais tão cedo. Por isso, essa oportunidade nos permite levar a cultura à população e ainda fomentar e auxiliar nossos artistas", destacou.
Inspirado em um projeto coreano, o evento funcionará no modelo drive-in, que comportará um número máximo de 500 carros por espetáculo no local, podendo comportar até cinco pessoas por veículo. A distância mínima entre cada carro será de 2,5 metros, para permitir que os motoristas possam manobrar e sair do local, se necessário. A estrutura, de grandes dimensões, contará com palco de 400 metros quadrados, dois telões, emissora própria de rádio para sintonizar o áudio dos espetáculos no carro, banheiros e lancheria delivery- que serão liberados mediante solicitação por Whatsapp, aplicativo do evento ou atendimento via sinalização com o pisca alerta do carro.
Na entrada do evento, todo o público terá a temperatura medida, para garantir a segurança, e serão respeitados os distanciamentos mínimos exigidos entre os carros e artistas no palco. Uso de máscaras de proteção individual são ainda obrigatóris para todos os presentes no local e nos carros, e a segurança será feita por uma empresa privada, com apoio da Brigada Militar em todo o perímetro do local.
Para manter o cunho social do evento, roupas para a Campanha do Agasalho serão recolhidas e 5% de toda a renda dos ingressos por espetáculo serão revertidos para a compra de cestas básicas e auxílio à comunidade artística e profissionais do setor. Além disso, os artistas que se apresentarem no evento ficarão com 30% da renda como cachê. O restante será revertido para cobrir os gastos da produção, que não terá custos para a administração municipal.
De acordo com os organizadores, serão 12 datas para a realização dos espetáculos, até o final de agosto, com possibilidade de estender o projeto até setembro, para comportar a agenda do Porto Alegre em Cena.
Idealizador do projeto, Ricardo Salomão, sócio da Impacto Vento Norte, reforça o cunho social da iniciativa. "Destinaremos 5% da bilheteria para a classe artística gaúcha, que está parada e não tem outra opção de renda. São técnicos, roadies, artistas de circo, entre outros, que precisam até de cestas básicas. Temos de valorizar a classe. E os artistas do palco terão 30% da bilheteria", enfatiza.
Os shows deverão ser realizados aos finais de semana, mas há possibilidade de serem estendidos a outros dias da semana, de acordo com as agendas solicitadas. O valor médio cobrado é de R$ 100,00 para plateia alta (mais afastada do palco) e R$ 150,00 para plateia baixa (mais próxima do palco), por veículo. As vendas antecipadas de ingressos, bebidas e comidas estarão disponível a partir da 0h desta quinta-feira (18), pelo site do evento (www.poadriveinshow.com.br).
A programação do primeiro final de semana já está definida, com participação exclusiva de artistas locais, mas há possibilidade de receber artistas nacionais ao longo do projeto, como os cantores Alexandre Pires e Daniel. As atrações serão destinadas a todas as idades e incluirão shows, teatro, espetáculos circenses e apresentações de orquestras.
Confira a programação do primeiro final de semana de espetáculos:
27 de junho (sábado)
16h- Guri de Uruguaiana
19hs- Chimarruts
28 de junho (domingo)
16h- Orquestra da Ulbra com Renato Borghetti e Ernesto Fagundes
19h- Tributo a Tim Maia, com Tonho Croco
Comentários CORRIGIR TEXTO