Porto Alegre, sexta-feira, 29 de maio de 2020.
Dia Mundial da Energia. Dia do Estatístico. Dia do Geógrafo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 29 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

música

29/05/2020 - 20h11min. Alterada em 29/05 às 20h20min

Rapper gaúcho Dirty Lion lança videoclipe de single 'Respeita' no Youtube

Música faz parte de 'Kumatê Ray', seu terceiro CD, com previsão de lançamento para 2021

Música faz parte de 'Kumatê Ray', seu terceiro CD, com previsão de lançamento para 2021


ANDERSON SILVA/DIVULGAÇÃO/JC
O músico gaúcho Dirty Lion, de Pelotas, disponibilizou no YouTube nesta semana o videoclipe de seu mais novo trabalho, o single Respeita. Rodado na cidade de São Paulo (SP), o vídeo traz mensagens preciosas para o artista como a voz das minorias e justiça social, mas também o encanto cotidiano - como mostram os versos: "na moral, vô te falar a verdade/ é o pobre que sustenta toda essa cidade/ Quem é que planta? Quem é que trampa? Quem a base constrói? Quem é que manja?".
O músico gaúcho Dirty Lion, de Pelotas, disponibilizou no YouTube nesta semana o videoclipe de seu mais novo trabalho, o single Respeita. Rodado na cidade de São Paulo (SP), o vídeo traz mensagens preciosas para o artista como a voz das minorias e justiça social, mas também o encanto cotidiano - como mostram os versos: "na moral, vô te falar a verdade/ é o pobre que sustenta toda essa cidade/ Quem é que planta? Quem é que trampa? Quem a base constrói? Quem é que manja?".
O rap faz parte do seu terceiro álbum, Kumatê Ray, que tem previsão de lançamento para 2021. A atual sonoridade do artista encontra-se imersa na atmosfera noventista e na relação da música como uma expressão dos sentimentos. O clipe tem direção de Anderson Silva e produção musical de Paulo Junior, com participação do DJ RM.   
"O objetivo é mostrar que música é um espaço de encontros, de construção e troca de conhecimentos, de belezas", acredita o músico. Segundo o cantor e compositor, seu nome artístico Dirty Lion (Leão Sujo) tem o objetivo de representar a força resistente e combatente da população em lutar e superar os obstáculos. "A música é o local onde as infinitas vozes têm vez. E é o espaço para lembrar que, apesar de toda a sujeira do mundo, o povo tem o poder de mover moinhos", conclui o autor dos álbuns NaturezAÇÃO (2013) - fusão de várias vertentes musicais com a ecologia como ponto central - e Mergulhe fundo (2017) - disco de rap influenciado pela MPB, swing, samba rock e pela poesia.
Dirty Lion é MC, "artivista" e "guardião de sementes", termos com os quais se descreve. Suas músicas refletem a mistura de suas influências, sua trajetória de vida e seus valores. O artista apresenta em seus álbuns mensagens sobre cultura, sociedade, fortalecimento social e, principalmente, proteção à natureza. Fez parte do coletivo K-Zero Alternativo de Pelotas (RS), com os rappers Pok Sombra e Zudizilla. O grupo abriu os shows de grandes nomes do hip hop nacional como Emicida, Flora Matos, Kamau e Rashid. Em sua carreira, Dirty Lion se apresentou em mais 10 estados do Brasil e participou do documentário O rap pelo rap (2014), de Pedro Henrique Fávero, considerado um dos mais importantes sobre o gênero.
Comentários