Porto Alegre, segunda-feira, 09 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Música

Notícia da edição impressa de 09/03/2020. Alterada em 08/03 às 20h40min

Rita Zart faz show de lançamento de seu primeiro EP

Cantora e compositora lança 'O que range' em apresentação no Agulha, nesta quinta-feira

Cantora e compositora lança 'O que range' em apresentação no Agulha, nesta quinta-feira


ELIZABETH THIEL/DIVULGAÇÃO/JC
Nesta quinta-feira (12), às 21h, o Agulha (Conselheiro Camargo, 300) recebe o show de lançamento do EP O que range, de Rita Zart. Os ingressos para a apresentação da cantora e compositora custam entre R$ 20,00 e R$ 70,00, pelo site Sympla.
Nesta quinta-feira (12), às 21h, o Agulha (Conselheiro Camargo, 300) recebe o show de lançamento do EP O que range, de Rita Zart. Os ingressos para a apresentação da cantora e compositora custam entre R$ 20,00 e R$ 70,00, pelo site Sympla.
Com este trabalho, a artista marca o início de sua carreira autoral, após os mais de 15 anos em que atuou como produtora musical e dirigindo trilhas sonoras para filmes brasileiros independentes, como Tinta bruta. No show, ela mostra seu trabalho ao vivo, que reúne as canções do disco com influências do cinema, do movimento tropicalista, da música brasileira experimental e de ritmos como jazz, soul e bossa nova.
Para o espetáculo, ela estará acompanhada por Giovana Mottini e Gabriela Lery (guitarras), Bruno Vargas (contrabaixo), Pedro Saul (piano) e Bê Smidt (programações e beats). O show também inclui uma série de participações especiais do contrabaixista André Mendonça, da bateria de Martin Estevez, de Bel Medula nos synths e das cantoras Nina Nicolaiewsky e Clarissa Ferreira, além dos performers Joana Selau e Douglas Jung.