Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 08 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

música

08/02/2020 - 17h48min. Alterada em 08/02 às 21h31min

Música erudita toma conta das ruas de Gramado

Sexta edição do Gramado In Concert promove apresentações gratuitas até 15 de fevereiro

Sexta edição do Gramado In Concert promove apresentações gratuitas até 15 de fevereiro


thiago copetti/especial/jc
Thiago Copetti, de Gramado
Até o próximo dia 15 de fevereiro, a cidade de Gramado, na serra gaúcha, respira música erudita, com mais de 50 apresentações gratuitas espalhadas por diferentes pontos da cidade. A primeira noite do Gramado in Concert - Festival Internacional de Música -, nessa sexta-feira (7), foi uma boa mostra da qualidade e da diversidade que serão apresentadas ao longo da semana. A estreia do evento levou cerca de 800 pessoas ao auditório do Expogramado, exigindo cadeiras extras para acomodar o público.
Até o próximo dia 15 de fevereiro, a cidade de Gramado, na serra gaúcha, respira música erudita, com mais de 50 apresentações gratuitas espalhadas por diferentes pontos da cidade. A primeira noite do Gramado in Concert - Festival Internacional de Música -, nessa sexta-feira (7), foi uma boa mostra da qualidade e da diversidade que serão apresentadas ao longo da semana. A estreia do evento levou cerca de 800 pessoas ao auditório do Expogramado, exigindo cadeiras extras para acomodar o público.
> VÍDEO: Turistas podem aproveitar música ao ar livre
No palco do centro de exposições se apresentaram, juntamente com a Orquestra Sinfônica de Gramado (OSG), os búlgaros Ivo e Lachezar Stankov, que com maestro Linus Lerner gravaram um CD com a London Royal Philharmonic Orchestra, lançado no Brasil durante o festival. Lerner foi o primeiro maestro brasileiro a reger a famosa orquestra inglesa em uma gravação.
A cantora de ópera mexicana Liliana del Conde, também na noite de estreia, arrebatou aplausos calorosos do público, assim como o violinista sul-coreano Edwin Soon Kim. Entre os destaques locais está Daniel Wolff, que uniu no palco o popular violão com a imponência de uma orquestra. Wollf é o primeiro músico doutor em violão do Brasil, de acordo com Lerner, e um dos músicos mais virtuosos da cidade. Gramado, por sinal, é uma da raras cidades de pequeno porte a contar uma orquestra sinfônica própria.
"Esta cidade merece aplausos por valorizar a mésica erudita desta forma, talvez em uma caso único no Brasil. E aproveito para anunciar aqui que em junho a Orquestra Sinfônica de Gramado começa sua primeira turnê internacional pela Europa", anunciou Lerner, nascido em Novo Hamburgo.
Para colocar o festival em pé, foram investidos cerca de R$ 800 mil, entre recursos público e privados (70% públicos e 30% de apoio privado), de acordo com o secretário municipal da Cultura, Allan Lino, que foi o fundador da OSG, com recursos próprios. Com esse orçamento, a prefeitura coloca nas ruas e palcos da cidade mais de 55 atividades, sendo 45 recitais e concertos e dez apresentações dentro do programa “Conhecendo o Festival”, uma ação pedagógica que proporciona visitas guiadas aos ensaios abertos ao público.

Saiba mais sobre o evento

A serra gaúcha é palco, de 7 a 15 de fevereiro, do VI Gramado in Concert – Festival Internacional de Música, com concertos de orquestras, grupos de câmara e solistas, além de oficinas que recebem cerca de 400 alunos do Brasil e América Latina.
Todas as atrações são gratuitas, e partes das apresentações são feitas na rua.
A programação conta com orquestras, grupos de câmara e solistas ,com a participação de três orquestras jovens internacionais: a Seoul Youth Orchestra, da Coreia do Sul, a Orquestra Sinfônica Nacional Jovem do Peru e a Tallin Old Town String Orchestra, da Estônia.
Entre as novidades, destaque também para os Concertos Itinerantes, às 16h, em diversos bairros e pontos turísticos da cidade com o Quinteto de Metais da Universidade Federal do Ceará.
O festival vem crescendo a cada ano, e a internacionalização já é uma realidade da sexta edição. Além de 20 professores brasileiros, o evento conta com 13 professores internacionais vindos da América Latina, Europa e EUA.
As oficinas receberão cerca de 400 alunos do Brasil e América Latina, com formação e qualificação de músicos através das oficinas e a democratização do acesso à cultura através de uma programação de concertos com entrada gratuita durante todo o período do festival.
São 22 tipos de oficinas: violino, viola, violoncelo, contrabaixo acústico, trompete, trombone, trompa, tuba, eufônio, flauta transversal, oboé, fagote, clarinete, saxofone, percussão, regência orquestral, violão, canto solista/erudito, piano, canto coral e ensino coletivo de cordas, sopro e percussão.
Mais informações e programação completa em www.gramadoinconcert.com.br.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia