Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 15 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

música

Edição impressa de 15/01/2020. Alterada em 15/01 às 03h00min

Retorno cheio de gás para comemorar 18 anos de carreira

Vera Loca traz sucessos em formato acústico ao Theatro São Pedro

Vera Loca traz sucessos em formato acústico ao Theatro São Pedro


THEATRO SÃO PEDRO/DIVULGAÇÃO/JC
Comemorando 18 anos de carreira, a banda Vera Loca se apresenta em versão acústica nesta quarta-feira (15), às 21h, no Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, s/nº). A apresentação trará músicas de todos os sete discos do conjunto, além de algumas novidades. Ingressos (entre R$ 30,00 e R$ 80,00) podem ser adquiridos no site e na bilheteria do teatro.
Comemorando 18 anos de carreira, a banda Vera Loca se apresenta em versão acústica nesta quarta-feira (15), às 21h, no Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, s/nº). A apresentação trará músicas de todos os sete discos do conjunto, além de algumas novidades. Ingressos (entre R$ 30,00 e R$ 80,00) podem ser adquiridos no site e na bilheteria do teatro.
Desde o primeiro álbum, Meu toca-discos se matou (2002), a Vera Loca vem alcançando sucesso na Região Sul do Brasil. Após uma pausa que durou quase todo o ano passado, a banda retornou cheia de gás, lançando a faixa Esquina nas plataformas digitais. O grupo promete para hoje um show renovado, com projeções e um novo figurino, em um formato que valoriza as melodias das composições sem deixar de lado a pegada rock do quinteto.
Atualmente, a Vera Loca é formada por Felipe "Mumu" Bortholuzzi (baixo), Diego Dias (teclado), Fabrício Beck (vocal), Hernán González (guitarra) e Luigi Vieira (bateria). Canções como Borracho y loco, Grafitti, Palácio dos enfeites, Maria Lúcia e Aos meus amigos são presenças certas no repertório da noite.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia